Shayan Haghbin encerra ação aberta contra Deolane Bezerra

O iraniano pedia uma indenização no valor de R$ 39.060,00 para a advogada, após ofensas proferidas contra ele em A Fazenda 14

A briga judicial entre Shayan Haghbin e Deolane Bezerra, iniciada dentro de A Fazenda 14 chegou ao fim. Mas não foi porque o juiz deu ganho de causa para um dos dois lados, não. Uma audiência de conciliação, instrução e julgamento estava marcada para o dia 17 do mês que vem.

Segundo o colunista Peterson Renato, do site Hora Top TV, o iraniano desistiu do processo por danos morais, no qual pedia uma indenização no valor de R$ 39.060,00 para a ex-colega de confinamento.

A defesa do ex-peão apresentou o pedido de desistência na última quinta-feira (13/6). No texto, os representantes legais do autor pediram a extinção da ação, sem julgamento do mérito, alegando falta de interesse em dar continuidade.

Ao iniciar a disputa judicial, Shayan Haghbin disse que Deolane Bezerra o teria chamado de competidor “lixo”, “falso”, “doente mental”, “perturbado” e “tarado”, durante o reality A Fazenda 14, da Record TV.

A homologação do pedido foi pela juíza Telma Berkelmans dos Santos, do Juizado Especial Cível de Barueri, São Paulo, no dia seguinte.

Além do processo contra Deolane, ainda de acordo com o jornalista, o iraniano também desistiu, no mesmo dia, da ação aberta contra Bia Miranda. Neste caso, a homologação foi assinada, na segunda-feira (17/6), pela juíza Máriam Joaquim, da 1ª Vara de Itapecerica da Serra, também em São Paulo.

Dificuldades em ação contra Bia Miranda

A passagem de Shay Haghbin pela Fazenda 14 já nos parece bem distante, mas as repercussões de sua participação no reality reverberavam até recentemente na Justiça. Para quem não lembra, o influenciador foi expulso da atração após uma briga com Tiago Ramos. Depois de sair da casa, o iraniano moveu uma série de processos contra vários participantes, entre eles, Bia Miranda.

Em março, a coluna teve acesso com exclusividade ao processo. Nele, Shay afirmou que, em A Fazenda, Bia o chamou de covarde, machista, preconceituoso, aproveitador, tarado, vitimista e nojento, e o acusou de observar as mulheres participantes enquanto tomavam banho, além de outras práticas que seriam consideradas devassas e inapropriadas.

Na ação, o iraniano pediu uma indenização no montante de R$ 39.060.

A questão é que Shay Haghbin está enfrentando problemas porque não consegue os dados de Bia Miranda para qualifica-la no processo. E, por isso, a Record e o Google Brasil precisaram ser oficiadas para transmitir informações sobre a figura da ex-peoa, permitindo que ela fosse finalmente qualificada da forma correta no processo e o mesmo ganhasse o seu andamento.

Bia ainda foi acusada de demonstrar aversão à cultura iraniana. E, para piorar as coisas, Shay disse que ela bateu a porta em sua cara, quase acertando seu nariz, dizendo com todas as letras: “Quando você estiver lá fora, você vai tomar uma vergonha na sua cara”, e que o autor “que se vire com a cultura dele”.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost