Rio Branco, Acre,


Defensor público do ex-coronel Hildebrando Pascoal ingressa com pedido de liberdade no STJ

Dois outros defensores públicos desistiram de atuar a favor do ex-coronel

Ex-coronel Hildebrando Pascoal
Ex-coronel Hildebrando Pascoal

O defensor público Rogério Pacheco recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para tentar reformar a decisão do Tribunal de Justiça do Acre, que tem negado o benefício do regime semiaberto ao ex-coronel Hildebrando Pascoal.

Disposto a reformar a decisão judicial que mantém Hildebrando Pascoal preso, Pacheco deu entrada com um pedido de habeas corpus no STJ e aguarda julgamento. “Demos entrada na semana passada e estamos aguardando, pois é um direito que assiste ao ex-coronel”, disse o defensor.

PUBLICIDADE

Dois outros defensores públicos desistiram de atuar a favor do ex-coronel, que desde o dia 4 agosto passou a ter o direito de cumprir pena em regime semiaberto.  A decisão da juíza da Vara de Execuções Penais, Luana Campos, foi suspensa pelo desembargador Roberto Barros.

Hildebrando Pascoal está preso desde 22 de setembro de 1999 e foi condenado, entre outros crimes, por liderar um grupo de extermínio no Acre.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up