Rio Branco, Acre,


Cooperacre oferece curso de rotação de plantio e incentiva o extrativismo sustentável

De acordo com a engenheira Claudelicy, o curso leva mais produtores a adotarem o regime de rotação de culturas, permitindo que o mesmo espaço seja reaproveitado para diferentes plantações

cursocooperacre4
Produtores de Xapuri participam de curso da Cooperacre/Foto: cedida

Tendo como missão trabalhar pelo desenvolvimento econômico de atividades agroflorestais sustentáveis sob os aspectos ambiental, econômico e socialmente justo, a Coooperativa Central de Comercialização Extrativista do Acre (Cooperacre), tem investido na formação de seus associados para que atuem no seguimento do extrativismo sustentável.

De um ciclo de formação que será desenvolvido em três anos, a Cooperacre realizou, de 18 a  25 de agosto, em Xapuri, uma das etapas do curso que visa sensibilizar o produtor para a possibilidade de plantar diversas culturas no mesmo espaço, garantindo o uso permanente do solo, recuperando áreas degradadas e garantindo retorno financeiro a curto, médio e longo prazos.

PUBLICIDADE

cursocooperacre3

De acordo com a engenheira agrônoma Claudelicy Menezes de Lima, que atua na área de agroecologia e educação agroflorestal e ambiental há mais de 10 anos, o curso leva mais produtores a adotarem o regime de rotação de culturas, permitindo que o mesmo espaço seja reaproveitado para diferentes plantações. A iniciativa faz parte do projeto de extrativismo sustentável apoiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“É um projeto pioneiro. Ele garante que, enquanto o produtor aguarda a maturação de determinado plantio, possa colher leguminosas para consumo próprio e até venda. Com plantio diversificado, o produtor garante o resultado a curto, médio e longo prazo. Além de termos uma rotatividade simultânea, cultivando sempre na mesma área, temos também o controle do uso do solo, importante instrumento para recuperação de áreas degradadas”, explica.

Os próximos módulos do curso serão em Brasiléia e, posteriormente, em Feijó e Tarauacá. Atualmente a Cooperacre conta com mais de 2,5 mil cooperados. A organização reúne cerca de 25 cooperativas e associações em mais de 10 municípios do Acre.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up