Rio Branco, Acre,


Capitão da PM é preso por investigar crimes de oficiais dentro de quartel

Subcomandante de unidade deu voz de prisão ao policial no mês de maio de 2019, mas caso só veio à tona com conclusão sobre crime de abuso de autoridade

Um capitão da PM, lotado na Corregedoria da corporação,  foi preso, dentro do Batalhão de Choque, por investigar crimes cometidos por oficiais no quartel. O investigador recebeu voz de prisão do subcomandante da unidade, major Leonardo Novo, quando entrou na sede do batalhão, no Centro do Rio, para apurar uma denúncia de que PMs estavam usando a estrutura do quartel para consertar motos particulares.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up