34.3 C
Rio Branco
24 julho, 2021 3:27 pm

Coluna da Beth Passos traz cliques exclusivos, dicas e muita informação; confira

POR BETH PASSOS, PARA CONTILNET

E-mail: [email protected]
Instagram: @beth_news_
Facebook: Beth News

Eronílson Chaves na disputa dos netos para apagar a vela do bolo de seu aniversário no início da semana.

A linda morena Thaís Torres é a Miss Parque Ambiental Chico Mendes – Acre Teen 2020 e foi preparada por Celso Missólogo.

As empresas de pequeno porte poderão faturar até R$ 3,6 milhões, desde que o governador Gladson Cameli acabou com o sublimite do Acre. Antes da medida, o valor do simples nacional era de apenas R$ 1,8 milhões.

Outro estímulo para a economia do estado, é o aumento do parcelamento em até 60 meses para todas as empresas, beneficiando cerca de 22 mil empresas de micro e pequeno porte, desburocratizando a economia e a consequente geração de emprego e renda em todo o Estado.

Sylvane Gadelha é minha parceira na nova promoção no meu Instagram com um lindo conjunto Gold Skill. Veja as regras;

Promoção agora e já está valendo!

*Regra da promoção*

#Seguir#

@beth_news_

@sylgadelha

@oticamoderna

Curta e marque duas pessoas no meu Instagram e concorra ao sorteio de um conjunto de semi-jóias Gold Skill by @sylgadelha e óculos da @oticamoderna

Dia 5 estarei realizando o sorteio. Se liga na missão minhas lindezas!!!

A mulher mais poderosa do mundo não vive num palácio, rodeada por cortesãos e servos. Ela ocupa um apartamento alugado com o marido, paga suas contas de energia, água, telefone, Internet e todas as assinaturas para TV, jornais e Netflix. Ela compra seus livros e faz compras no mercado e na loja de conveniência. Não anda em sedan bancado pelo estado, nem se veste em grandes estilistas.

Angela Merkel, uma cientista que fala várias línguas, se tornou chanceler da Terceira Economia Mundial, permanece simples, com os pés na terra e humildemente vive sua vida. Uma jornalista perguntou recentemente: ′′ Lembro de tirar uma foto sua com o mesmo vestido há alguns anos!”. Ela respondeu: “Meu trabalho é servir meus compatriotas, não me expor a eles, como modelo”.

Radiante em meio a natureza, Dirce Tenório em rasante na Flórida nas férias no mês de setembro.

Descontração e segurança dão o tom de Eliane Sinhasique nas panfletagens da prefeita Socorro Neri. A pequena notável rouba a cena no carro de som com sua maestria em conduzir uma bela apresentação. Na foto está nas margens do famoso Igarapé Preto, em Cruzeiro do Sul, na função de Secretaria de Empreendedorismo e Turismo do Estado do Acre.

Açucena Medeiros no churrasco de comemoração de  mais um giro no calendário, no último fim de semana.

Atendendo às tendências e demanda crescente de cuidados com a pele, o Boticário lançou a Botik, sua nova marca de cuidados faciais, com portfólio ideal para uma rotina de skincare. A atriz Lília Cabral estrela a produção, mostrando que idade não importa, mas cuidados faciais com ativos poderosos, sim. Maravilhosa, ela!

O empresário Antônio Carlos Costa foi aniversariante do dia 28 e celebrou com a família. Na foto com esposa Socorro Torres.

Rita Lee, mais uma vez, dizendo muito: “Eu tinha 13 anos, em Fortaleza, quando ouvi gritos de pavor. Vinham da vizinhança, da casa de bete, mocinha linda, que usava tranças. Levei apenas uma hora para saber o motivo. Bete fora acusada de não ser mais Virgem e os irmãos a subjugavam em cima de sua estreita cama de solteira, para que o médico da família lhe enfiasse a mão enluvada entre as pernas e decretasse se tinha ou não o selo da honra. Como o lacre continuava lá, os pais respiraram, mas a Bete nunca mais foi à janela, nunca mais dançou nos Bailes e acabou fugindo para o Piauí, ninguém sabe como, nem com quem.

Eu tinha apenas 14 anos, quando Maria Lúcia tentou escapar, saltando o muro alto do quintal da sua casa para se encontrar com o namorado. Agarrada pelos cabelos e dominada, não conseguiu passar no exame ginecológico. O laudo médico registrou vestígios himenais dilacerados, e os pais internaram a pecadora no reformatório Bom Pastor, para se esquecer do mundo. Realmente, esqueceu, morrendo tuberculosa.

Estes episódios marcaram para sempre a minha consciência e me fizeram perguntar que poder é esse que a família e os homens têm sobre o corpo das mulheres? Ontem, para mutilar, amordaçar, silenciar. Hoje, para manipular, moldar, escravizar aos estereótipos. Todos vimos, na televisão, modelos torturados por seguidas cirurgias plásticas. Transformaram seus seios em alegorias para entrar na moda da peitaria robusta das norte americanas. Entupiram as nádegas de silicone para se tornarem rebolativas e sensuais, garantindo bom sucesso nas passarelas do samba. Substituíram os narizes, desviaram costas, mudaram o traçado do dorso para se adaptarem à moda do momento e ficarem irresistíveis diante dos homens. E, com isso, Barbies de fancaria, provocaram em muitas outras mulheres – as baixinhas, as gordas, as de óculos – um sentimento de perda de autoestima.

Isso exatamente no momento em que a maioria de estudantes universitários (56%) é composto de moças. Em que mulheres se afirmam na magistratura, na pesquisa científica, na política, no jornalismo. E, no momento em que as pioneiras do feminismo passam a defender a teoria de que é preciso feminilizar o mundo e torná-lo mais distante da barbárie mercantilista e mais próximo do humanismo.

Por mim, acho que só as mulheres podem desarmar a sociedade. Até porque elas são desarmadas pela própria natureza. Nascem sem pênis, sem poder fálico da penetração e do estupro, tão bem representado por pistolas, revólveres, flechas, espadas e punhais. Ninguém diz, de uma mulher, que ela é de espadas.

Ninguém lhe dá, na primeira infância, um fuzil de plástico, como fazem com os meninos, para fortalecer sua virilidade e violência. As mulheres detestam o sangue, até mesmo porque têm que derramá-lo na menstruação ou no parto. Odeiam as guerras, os exércitos regulares ou as gangues urbanas, porque lhes tiram os filhos de sua convivência e os colocam na marginalidade, na insegurança e na violência.

É preciso voltar os olhos para a população feminina como a grande articuladora da paz. E para começar, queremos pregar o respeito ao corpo da mulher. Respeito às suas pernas que têm varizes porque carregam latas d’água e trouxas de roupa. Respeito aos seus seios que perderam a firmeza porque amamentaram seus filhos ao longo dos anos. Respeito ao seu dorso que engrossou, porque elas carregam o país nas costas.

São as mulheres que irão impor um adeus às armas, quando forem ouvidas e valorizadas e puderem fazer prevalecer a ternura de suas mentes e a doçura de seus corações.

Nem toda feiticeira é corcunda. Nem toda brasileira é só bunda.

On Line

*O anúncio do nome do chefe da Civil Ribamar Trindade como novo Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Acre, pelo governador Gladson Cameli, no lugar do falecido ex-conselheiro José Augusto de Farias, pegou muitas autoridades de surpresa.

*Surpresa e alvoroço também causou o afastamento do presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Nicolau Junior, pela Polícia Federal.

*O vice-presidente da Aleac, o deputado Jenilson Leite, teve que assumir os trabalhos e afirmar em sessão virtual que o presidente da Casa, Nicolau Júnior, usará dos recursos jurídicos e legais disponíveis para provar inocência no caso em que é suspeito de corrupção. A sessão ocorreu mesmo com a Aleac sob investigação da Polícia Federal.

*O atendimento educacional especializado atende mais de 1,3 milhão de estudantes no País, de acordo com o Ministério da Educação. A PNEE 2020 foi ampliada pelo Governo Federal garantindo às famílias e ao público da educação especial o direito de escolher em que instituição de ensino estudar, em escolas comuns inclusivas, escolas especiais ou escolas bilíngues de surdos. A medida faz com que as crianças passem a estudar em escolas e salas especiais. Especialistas e professores debatem que o decreto representa um retrocesso para a inclusão, mas a maioria da população aprovou a medida que garantirá dividendos eleitorais na reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

*O site da Universidade Federal do Acre está disponível para os alunos que quiserem participar de aulas remotas na instituição.

*Com o discurso “parcerias com a iniciativa privada”, o presidente Jair Bolsonaro retira na prática a obrigação – definida constitucionalmente, diga-se – de a União cuidar das brasileiras e dos brasileiros. Essa é uma premissa fundamental que permitiu e permite a existência do Sistema Único de Saúde (SUS).

Por esta nem o mais insensível dos brasileiros era capaz de imaginar: em plena pandemia da covid, numa das maiores, se não a maior, crise da saúde pública na história brasileira. O decreto que já foi suspenso, abriria caminho para a privatização do SUS. Justificando a suspensão em suas redes sociais o presidente disse que a medida ainda pode ser reeditada.

*O mundo está voltando outra vez ao recolhimento por causa da pandemia. Nada está seguro, nada está em paz.

Quando lembraremos que o planeta viverá sem nós e nossa ingerência? Sem a nossa presença?

Quando saberemos que se morrêssemos todos hoje ele se regeneraria, as matas se curariam e os animais voltariam para seus campos? Ele não precisa de nós aqui, estamos como hóspede apenas.

Quando lembraríamos que somos passageiros do tempo e não donos de nada?

Quando descobrimos que um simples vírus, nos controla a vida e nos prende no medo e em cadeias de luxos, mas cadeias?

Quando aperceberemos que nossa revolta, nosso dinheiro, poder, cor da pele ou religião não valem de nada?

Que mensagem a Vida está nos enviando?

*A covid veio com alguns propósitos. Uma pena que em alguns ela desperte o que há de pior. Uma pena que as pessoas não entendam que independente de ideologias políticas estão todos no mesmo barco. E mais pena ainda é de pessoas que duvidam desse vírus maldito. Só sabe quem passou. Só sabe quem perdeu seus entes queridos.

Poema de um cão

Eu sou aquele que te espera…

O teu carro tem um som especial e eu posso reconhecê-lo entre mil.

Os teus passos têm uma campainha mágica, são música para mim.

A tua voz é o maior signo do meu tempo feliz e, às vezes, não é necessário mencionar: ouço a tua tristeza.

Se vejo a tua alegria, faz-me feliz!

Não sei o que é cheiro bom ou mau, só sei que o teu cheiro é o melhor.

Algumas presenças às vezes eu gosto, outras nem tanto.

Mas a tua presença é o que move os meus sentidos.

Seu despertar, me acorda.

Dormindo você é meu Deus, descansando em casa, e eu o seu sonho.

O teu olhar é um raio de luz, quando me dou conta do teu despertar…

As tuas mãos sobre mim, têm a leveza da paz.

E, quando você sai, tudo está vazio outra vez…

E volto a esperar sempre e sempre…

Pelo som do seu carro;

Pelos teus passos;

Pela tua voz;

Pelo teu estado sempre inconstante do humor;

Pelo teu cheiro;

Pelo teu repouso sob a minha vigília;

Pelos teus olhos;

Pelas tuas mãos.

E assim sou feliz.

Eu sou aquele que te espera:

Sou o teu cão!

Desconheço a autoria

Beth Passos

Jornalista

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.