Rio Branco, Acre,


Cruzeiro do Sul e outras 6 cidades do AC voltam para a faixa laranja; veja o que fecha

Piora em indicadores como número de internações e óbitos motivou mudança de bandeira

Após três meses e meio na bandeira amarela (fase de Atenção), a regional de saúde do Juruá/Tarauacá-Envira retrocedeu na classificação do nível de risco e agora se encontra novamente na faixa laranja (Alerta). O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (13), pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19.

Fazem parte da regional as cidades de Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá.

PUBLICIDADE

A mudança se deu após piora em indicadores, entre eles o número de internações por síndrome respiratória aguda grave, ocupações de leitos clínicos e óbitos. Além disso, são analisados índice de isolamento social, notificações por síndrome gripal e novos casos de covid-19.

A regional de saúde do Alto Acre (Brasiléia, Epitaciolândia, Xapuri e Assis Brasil), que havia regredido da faixa amarela para a laranja há duas semanas, retornou para o nível de Atenção e flexibiliza novamente as atividades e serviços.

Já a regional do Baixo Acre (Rio Branco, Bujari, Capixaba, Plácido de Castro, Acrelândia, Porto Acre, Sena Madureira, Jordão, Santa Rosa do Purus, Manoel Urbano e Senador Guiomard) permanece na bandeira amarela por mais 14 dias.

O período analisado para a atual classificação foi de 25 de outubro a 7 de novembro. Uma nova avaliação acontecerá no próximo dia 26 para informar se as regionais permanecem, retrocedem ou avançam de faixa.

Esta foi a 11ª divulgação da classificação do nível de risco desde a criação do Pacto Acre sem Covid, em meados de abril.

Veja as atividades e serviços que fecharão na regional do Juruá/Tarauacá-Envira a partir desta sexta:

1) Espaços públicos (parques, quadras esportivas, campos de futebol, espaços destinados a atividades físicas;

2) Bares e similares;

3) Restaurantes, pizzarias, lanchonetes, sorveterias e similares;

4) Praças de alimentação de shoppings, galerias e centros comerciais;

5) Academias e clubes esportivos e de lazer (com exceção de Rio Branco, cuja prefeitura sancionou lei que permite o funcionamento das academias);

6) Teatros, cinemas e apresentações culturais;

7) Igrejas e eventos religiosos;

8) Áreas de uso coletivo de hotéis, pousadas, motéis e similares;

9) Centros e escolas de formação e capacitação;

10) Eventos, feiras, seminários e congressos.

Veja as atividades e serviços que sofrerão restrições na regional do Juruá/Tarauacá-Envira a partir desta sexta:

1) Loja de móveis, eletrodomésticos, eletrônicos, comunicação, informática, áudio, vídeo e colchoarias: abrirá com 30% da capacidade;

2) Lojas de materiais de construção, empresas e obras do ramo da construção civil: abrirá com 30% da capacidade;

3) Distribuidoras de bebidas funcionarão exclusivamente por delivery ou drive-thru;

4) Concessionárias e lojas de comércio de automóveis e motocicletas, lojas de autopeças: abrirá com 30% da capacidade;

5) Oficinas mecânicas, serviços de manutenção veicular em geral: abrirá com 30% da capacidade;

6) Lojas de artigos de confecções e comércio varejista de atividades não essenciais: abrirá com 30% da capacidade;

7) Shoppings, galerias e centros comerciais: abrirá com 30% da capacidade;

8) Salão de beleza, clínica de estética e similares: abrirá com 30% da capacidade;

9) Hotéis, pousadas, motéis e similares: abrirá com 30% da capacidade.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up