Rio Branco, Acre,


Edvaldo manda indireta: “No comício faz arminha, mas na fila da vacina toma a vaga da velhinha”

O comunista aproveitou para cobrar medidas mais duras aos 'furões da vacina da covid-19'

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) usou seu tempo na sessão remota da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) para mandar uma suposta indireta à esposa do coronel Ulysses Araújo, Dayanna Menezes, que tomou a primeira dose do imunizante na Policlínica Militar, onde é estagiária de psicologia.

Edvaldo destaca que o cenário é drástico, haja vista que, nem os idosos acima de 90 anos conseguiram se vacinar. “Aí aparece o bacana, a bacana, que no comício faz arminha, mas na fila da vacina toma a vaga da velhinha”, declarou.

O comunista aproveitou para cobrar medidas mais duras aos ‘furões da vacina’, como por exemplo, a instalação da Comissão Especial de Acompanhamento da Covid-19. A proposta já foi aprovada em dezembro e promulgada pela Mesa Diretora, no fim do ano passado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up