20 C
Rio Branco
7 maio, 2021 4:59 pm

Presidente do partido com mais poder no Acre, Mailza pode vir forte para reeleição

POR RORAIMA ROCHA, DO CONTILNET

FAZENDO HISTÓRIA

Não me recordo de prefeitos que tenham sido convocados a comparecer à Câmara, em Rio Branco. Os que estiveram em audiência na Casa, participaram a convite. Convocação, obriga o gestor a participar, sob pena de responder legalmente por possível omissão. O ato depende de aprovação dos parlamentares. Se eu fosse conselheiro político de qualquer mandatário executivo, o alertaria. Uma espinho desse no início da caminhada é mal presságio.

INTIMIDADOR

A participação do prefeito Tião Bocalom em audiência pública foi que nem água de salsicha, fraca. A sensação que passou, por parte do vereadores, é de que ficaram intimidados pelo gestor municipal.

FORÇA DELAS

Duas das poucas exceções foram as únicas mulheres da casa legislativa. Michelle Melo (PDT) e Lene Petecão (PSD), foram as mais incisivas nos questionamentos ao prefeito, tendo por algumas vezes deixado Bocalom visivelmente irritado.

CÓPIA DE COBIJA

Nesse quesito Bocalom se parece muito com Bolsonaro. Durante a campanha, ambos reformularam suas imagens e largaram o jeito turrão, pela versão “tio do pavê”, com brincadeirinhas nonsense e performance de animador de programa infantil, para transparecer um carisma inexistente.

VELHO BOCA

A coincidência também se repete no período pós eleitoral, da mesma forma que Bolsonaro, Bocalom começa a abandonar o personagem.

LEIGOS

Não sei se faltou experiência ou se sobrou medo aos neófitos da Câmara. Deixaram para cantar de galo para cima do prefeito só quando ele se despediu. Assim fica fácil!

ARROXADA

Tudo indica que o grande calo de Bocalom será a vereadora Michelle Melo, que o colocou na parede sobre a questão da Cloroquina nos postos de saúde, para tratamento da Covid-19. A pedetista apresentou um requerimento cobrando que o gestor apresente as evidências científicas que diz ter sobre a eficácia do remédio e afirmou que em não sendo respondida, representará a Prefeitura no Ministério Público Estadual. Segundo Michelle, a postura da gestão é criminosa, nas palavras dela, “curandeirismo”.

O BOM PASTOR

Se alguém contava com o pastor Arnaldo Barros (Podemos) na defesa de Bocalom, desista. O pastor também foi um dos únicos a enfrentar o prefeito. E pelo perfil, pode ser calo também.

CÉU DE BRIGADEIRO

Tudo que o presidente Jair Bolsonaro pediu a Deus caiu do céu. Agora, terá uma forma de dividir o país e ter alicerce para seu discurso conspiracionista. Lula livre, Lula candidato, é Bolsonaro com sua mais poderosa bandeira na ponta da língua: FORA PT!

INSÔNIA

Quem deve estar sem dormir é o ex-ministro Sergio Moro. Sonhou com o STF e acordou o Gilmar Mendes fungando o lombo dele.

PIMENTA NO DOS OUTROS

Não bastou ver seus julgados serem derrubados pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, agora, Moro terá sua suspeição julgada. É, meus amigos, a Terra plana dá voltas. Nem o Big Brother Brasil tem tantas reviravoltas quanto a política nacional. Pena que, neste caso, o entretenimento é pago com nosso dinheiro.

NOME NOVO

O governador Gladson Cameli nomeou o policial penal Renê Fontes diretor do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac). Embora tenhamos lutado em trincheiras distintas, tínhamos uma bandeira em comum, cada um da sua forma: a defesa de um Estado melhor para os cidadãos acreanos. Fica aqui minha torcida para que tenha sucesso, afinal, se esta pasta tão importante obtiver resultados positivos, toda população é quem ganha.

SUMIU

Vocês têm notícias do ex-deputado Ney Amorim?

NO MURO

Falei algumas vezes aqui sobre ter lado. Não entendo político querer construir base sem integrar partido. Essa onda apartidária passou e não vai render em 2022. Corre, Calegário!

POLÊMICO

Falando de lado, se tem uma figura que tem e deixa claro é o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB). Está sempre do lado da treta. Pense num homem pra gostar de confusão!

BEM AVALIADO

Mas verdade seja dita, o gestor tem boa aprovação no município e, assim como o governador Gladson Cameli, tem crescido politicamente, por agradar a gregos e troianos.

A SENADORA

O Brasil tem discutido muito a ascenção das mulheres aos postos de tomada de decisão. Cada vez mais elas estão se empoderando, e não podemos falar desse tema no Acre, sem falar da senadora Mailza Gomes, que está em um dos cargos mais cobiçados entre os políticos.

DECISIVA

Mailza foi decisiva na eleição do prefeito Tião Bocalom. Sem ela, ele nem teria sido candidato. A senadora enfrentou a tudo e a todos e conseguiu emplacar a eleição do velho Boca.

FORTE CANDIDATA

Estando no cargo e se tiver o apoio do Progressistas, seu partido, deve concorrer a eleição e vem forte, a sigla presidida por ela é, talvez, a mais estruturada do estado, comandando o governo e as duas principais cidades, Cruzeiro do Sul e a capital Rio Branco.