30 C
Rio Branco
6 maio, 2021 2:44 pm

Empresa que comprou ZPE do Acre vai terminar de pagar os R$ 25,8 mi só em 2034

Apenas um empreendimento, o Grupo China Haiying do Brasil, se interessou pelo negócio

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

O governo do Acre vendeu na manhã desta sexta-feira (16) a Zona de Processamento de Exportação (ZPE), inaugurada em 2010 pelo ex-governador Binho Marques (PT). Apenas uma empresa, o Grupo China Haiying do Brasil, se interessou pelo leilão e levou o empreendimento pelo valor inicial previsto no edital, R$ 25,8 milhões.

O montante será pago em 13 parcelas anuais, com previsão de conclusão apenas em 2034. Uma entrada de R$ 1,2 milhão será feita em até 25 dias, conforme acordado. O próximo retorno financeiro aos cofres públicos só ocorrerá em 2023.

A empresa que levou a ZPE é brasileira, porém formada por chineses. No leilão, ela foi representada pela Organização Contábil Prado, do Acre. O secretário de estado de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu, participou do ato de venda em nome do governo.

A expectativa do gestor é que a cessão da ZPE para a iniciativa privada possa, finalmente, cumprir com a função do empreendimento, que é gerar emprego e renda ao Acre.

O Grupo China Haiying do Brasil, por sua vez, destacou que se interessou pela ZPE devido a sua conexão com a Estrada do Pacífico, que possibilita o escoamento da produção na região com vistas para a China, um dos maiores mercados mundiais.