30.3 C
Rio Branco
17 junho, 2021 6:15 pm

Como virar pro player de LoL? Dicas para entrar no cenário

Rotina intensa deve envolver muitas partidas, análise e estudo teórico e preparo psicológico para jogar em time

POR GE

Apesar de ser tentadora a ideia de ser um pro player de League of Legends, os interessados nessa empreitada precisam traçar um longo plano para dar certo – e mesmo isso não será uma garantia de sucesso na jornada.

Virar Desafiante, provavelmente a exigência mais básica, é apenas um detalhe no perfil esperado de um possível talento do cenário.

ge separou dicas e algumas das principais características esperadas nos futuros jogadores profissionais de LoL.

Entenda o jogo e suas infinitas possibilidades

O primeiro passo para a profissionalização em uma área é conhecê-la muito bem, e é isso que se espera de um jogador profissional de LoL.

É fundamental conhecer bem os campeões, habilidades, builds, runas, objetivos e mecânicas variadas do jogo. Estar a par do meta atual e se atualizar constantemente também é imprescindível.

Além disso, é importante ser assertivo em alguns tópicos, como ter em mente a função que você deseja desempenhar e buscar aumentar sua “champion pool”, ou seja, o leque de campeões com que você joga com maestria.

Versatilidade e capacidade de adaptação são elementos essenciais entre os profissionais, já que muitas das decisões tomadas antes e durante as partidas têm a ver com uma resposta direta às decisões dos oponentes e aos anseios dos colegas de equipe, e não necessariamente com os desejos do próprio jogador.

Busque o topo no servidor

Registro de Jean Mago (com o nome 'Hide on bush') ao fechar a temporada 2020 da SoloQ em primeiro lugar — Foto: Jean Mago
Registro de Jean Mago (com o nome ‘Hide on bush’) ao fechar a temporada 2020 da SoloQ em primeiro lugar — Foto: Jean Mago

Ser Desafiante pode não ser o ponto mais importante, mas é fundamental.

Está longe de significar que o jogador daquele elo está necessariamente apto para ser um profissional, mas aponta ao menos algum conhecimento moderado nos vários elementos citados no tópico anterior.

Sendo Desafiante, você também se deparará constantemente com jogadores igualmente no elo mais alto do LoL, incluindo profissionais, e essa é uma oportunidade de aprimorar seus conhecimentos e demonstrar suas competências atuais a possíveis olheiros.

Comunique-se

Até mesmo o jogador com as melhores mecânicas terá dificuldades em se consolidar no cenário profissional se não souber jogar em equipe.

Comunicação é essencial, principalmente por escrito e por voz (quando possível).

É por meio desse contato que outros jogadores entenderão melhor suas intenções de criar jogadas e de colaborar com o time.

Isso também envolve manter uma comunicação limpa, objetiva e sem ofensas – às vezes consequências dos “tilts” que podem acontecer durante as partidas, co jogadores que começam a ofender e desmotivar os outros.

Seja resiliente

O jogador precisa demonstrar capacidade de manter a cabeça no lugar em momentos de tensão.

Seja no momento de fazer uma jogada corajosa e decisiva para a partida, seja para manter o respeito no decorrer de um jogo cheio de erros por parte dos colegas de equipe, perder a paciência no meio da partida não passará uma boa impressão sobre sua capacidade de jogar sob pressão.

Mantenha uma rotina de treinos

Até mesmo os melhores jogadores do mundo sabem que precisam seguir treinando não só para manterem a forma, como para seguirem evoluindo e se adaptando aos novos metas.

Apesar de o aspirante a profissional precisar jogar constantemente, também precisa estabelecer uma rotina com outras ações – como mencionado no guia que o e-SporTV publicou recentemente [linkar aqui o texto sobre rotina de treinos].

Entre as responsabilidades, estão assistir e estudar outros jogadores e analisar o replay de suas próprias partidas para buscar erros que deverão ser evitados futuramente.

Busque mais desafios

A SoloQ pode ser um bom lugar para praticar, mas não é a única alternativa. Buscar competições amadoras pode ser um bom jeito de praticar o entrosamento com seu time atual e de testar o desempenho em situações mais tensas, contra times possivelmente mais fortes.

De tempos em tempos, jogadores de elo mais alto se reúnem em servidores paralelos para organizar partidas que, em tese, contarão com experiências mais próximas do nível profissional.

Nomeadas “inhouses”, os jogos dos elos mais altos costumam contar com a presença de jogadores que já competem profissionalmente (ao menos quando as inhouses voltam à moda).

Uma alternativa simples e possivelmente eficaz para jogadores mais novos é disputar os clashes, competições organizadas dentro do próprio LoL para jogadores de níveis diversos.

Ali há uma aproximação, ainda que sutil, a alguns elementos existentes no cenário profissional, como a possibilidade de estudar os oponentes antes das partidas e banir estrategicamente os principais campeões da pool deles.

Não confunda SoloQ com cenário profissional

Jogar ranqueadas solo/duo ou flexíveis é parte importante do treino — Foto: Felipe Guerra
Jogar ranqueadas solo/duo ou flexíveis é parte importante do treino — Foto: Felipe Guerra

Apesar de muitos jogadores profissionais jogarem partidas ranqueadas nos servidores oficiais, nem eles nem muitos dos colegas semiprofissionais e amadores tratam a SoloQ como se fosse uma partida competitiva tão séria.

Muitos levam esse tipo de jogo como um ambiente propício para testar campeões e builds, e/ou como um modo de jogo apropriado para relaxar sem tratá-lo como se fosse uma partida em um grande campeonato.

Por isso, ser um grande jogador da SoloQ não necessariamente sinalizará que a pessoa está apta a entrar no cenário profissional. Ainda assim, a recomendação é que o jogador se comporte, naturalmente, como alguém que tenha espírito de equipe e esteja preocupado em ajudar a levar o time à vitória.

Conheça mais gente

Nessa jornada, você invariavelmente conhecerá jogadores de vários níveis. Com isso, poderá encontrar futuros colegas de time, seja em qual nível for, mas também poderá conhecer pessoas que já estejam inseridas no cenário profissional e que poderiam orientá-lo sobre a vida nas competições de alto nível no país.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.