28.3 C
Rio Branco
18 junho, 2021 3:31 pm

Vídeo: bebê cai em piscina e sobrevive boiando até a chegada dos pais

Um menino de apenas 3 anos caiu, no último dia 13 de maio, na piscina de sua casa após se desequilibrar na borda

POR RAZÕES PARA ACREDITAR

Um menino de apenas 3 anos caiu, no último dia 13 de maio, na piscina de sua casa após se desequilibrar na borda, em Maringá (PR).

O pequeno Miguel não se afogou porque usou as técnicas que aprendeu nas aulas de natação para boiar até que sua mãe chegasse para resgatá-lo.

As imagens da câmera de segurança da casa do menino flagraram o momento em que Miguel caiu na piscina enquanto carregava uma caixa.

O garoto se manteve com as costas viradas para o fundo e a cabeça para fora da água até o momento em que seu irmão de 6 anos chamou a mãe, Vivian Fraioli.

Em entrevista ao site RIC Mais, Vivian agradeceu a Deus por Miguel estar vivo após o acidente, mas destacou a importância das aulas de natação para que ele boiasse por cerca de um minuto.

Menino sendo resgatado
Vivian pulou na piscina e retirou Miguel, que não se feriu ou engoliu água. Foto: reprodução/YouTube RIC Mais

“Nossa fé em Deus foi fundamental, mas as aulas de natação com certeza salvaram a vida dele.”

Professora de natação destaca importância de aulas

O pequeno Miguel faz aulas de natação há apenas seis meses. Ainda assim, foi tempo suficiente para que o menino aprendesse a boiar e em um momento de desespero sobrevivesse a tempo de ser resgatado. A professora de Miguel, Viviane Carvalho, destacou as situações atípicas pelas quais o pequeno precisou passar para não se afogar.

“Caiu de roupa, numa piscina gelada, sem acessórios de natação. Mesmo assim ele conseguiu se manter por um minuto e 18 segundos em flutuação.”

Apesar de todo o susto, Miguel não teve qualquer tipo de ferimento e sequer engoliu água da piscina. As aulas de natação realmente salvaram este menino!

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.