28.3 C
Rio Branco
23 junho, 2021 1:16 pm

Concurso INSS: edital em 2022; déficit de 23 mil servidores

Concurso INSS: esperança de abertura de edital nos próximos anos existe. Déficit no Instituto Nacional do Seguro Social é de mais de 20 mil servidores.

POR CONCURSOS NO BRASIL

concurso INSS é mais do que esperado, uma vez que o órgão já possui um déficit estimado em 23 mil servidores, segundo a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps).

Em maio de 2020, a assessoria do Instituto Nacional do Seguro Social confirmou ao Concursos no Brasil que a partir de 2022 esse edital deve começar a ser concretizado.

No momento, o INSS ainda precisará avaliar quais são as suas reais necessidades de pessoal para, só depois, enviar pedido ao Ministério da Economia.

A previsão é de que o envio de uma nova solicitação para realização de concurso aconteça ainda em 2021.

Apostilas Preparatórias Concurso INSS:

Prepare-seQuestões de Concursos

 

Acompanhe a seguir outros desdobramentos acerca das previsões sobre o concurso para o INSS.

Concurso INSS: situação atual

O pedido mais recente do órgão foi feito em 2018 e previa o preenchimento de pelo menos 7.888 novas vagas em três cargos estratégicos, que são os de maior carência.

Mas o concurso do INSS somente voltará a ser objeto de análise pela metade de 2021, que é quando se encerrarão os contratos temporários da força-tarefa composta pelos inativos (aposentados e militares da reserva).

No contato com a assessoria de imprensa, obtivemos a informação de que o instituto trabalha com a possibilidade de “até maio de 2021, ter concluído o dimensionamento e planejamento de recursos humanos de médio e longo prazo”.

Somente após esse procedimento será possível programar “concursos a partir de 2022, quando acabam os contratos dos temporários”.

A assessoria informou ainda que o INSS “não protocolou solicitação de concurso público junto ao Governo Federal em 2020”, por estar passando “pela maior transformação de sua história, que findará em novos rumos para a autarquia, com prestação de serviço com mais agilidade, qualidade e segurança”.

Destacamos que, neste momento de transformação, estão sendo realizados profundos estudos no órgão, no sentido de mapear, considerando o novo cenário em que a Casa se encontra, qual a real necessidade de pessoal e suas qualificações para, futuramente, ser apresentado ao governo federal pedido de recomposição da mão de obra, com base na nova realidade do INSS”, complementou.

Realmente, uma grande transformação pode acontecer no INSS, até mesmo pelo fato de os servidores efetivos terem criado uma proposta de reestruturação sustentável do Instituto Nacional do Seguro Social chamada de Transforma INSS. Uma carta aberta, inclusive, está disponível no site.

Pedido para concurso de Perito Médico

Em novembro de 2020, a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia confirmou que houve um pedido para a realização de um concurso INSS para Médico Perito.

A solicitação partiu da Subsecretaria da Perícia Médica Federal e não do INSS. Apesar da divulgação do documento, não há a quantidade de vagas que seriam preenchidas e nem as localidades.

É preciso que o Ministério da Economia aprove o certame para que haja prosseguimento com os trâmites.

Concurso INSS: cargos, remunerações e requisitos

O que vamos abordar nesta seção é uma estimativa com base no último pedido de concurso INSS. Portanto, estamos, hipoteticamente, considerando que as 7.888 vagas fossem autorizadas.

Assim, em um “cenário ideal”, teríamos a seguinte distribuição de cargos:

Cargo Total de vagas Remuneração (aproximada atualmente)
Técnico do Seguro Social 3.984 R$ 5.186
Médico Perito 2.212 R$ 7.659
Analista do Seguro Social 1.692 R$ 12.683

 

Confira quais são os requisitos e as principais atribuições dessas três categorias de servidores do INSS (com base em informações provenientes dos últimos editais):

Técnico do Seguro Social

O cargo de Técnico do Seguro Social requer o diploma do ensino médio ou certificado de curso técnico equivalente. Essa comprovação de escolaridade deve ser proveniente de uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.