33.9 C
Rio Branco
24 junho, 2021 1:27 pm

FIEAC, Sindmóveis, Sebrae e Governo se unem para regularização dos polos moveleiros do estado

A comitiva já passou por Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Feijó, Sena Madureira e Cruzeiro do Sul

POR ASCOM

Desde a última semana, representantes da Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), Sindmóveis, Sebrae, Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict) e do Instituto do Meio Ambiente (Imac) vêm visitando polos moveleiros de diferentes municípios do estado visando à regularização ambiental, fundiária e empresarial desses espaços. A comitiva já passou por Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Feijó, Sena Madureira e Cruzeiro do Sul.

Segundo o assessor de Relações Institucionais da FIEAC, Assurbanipal Barbary de Mesquita, trata-se de uma grande parceria que, além de auxiliar no processo de regularização, pretende levar qualificação para as empresas.

“O Imac está agilizando processos e reduzindo taxas para esses estabelecimentos. A Seict tem atuado e dado celeridade aos procedimentos de registro dos loteamentos e à emissão dos documentos de concessões de uso dos terrenos e galpões. Já a FIEAC, Sebrae e Sindmóveis auxiliam com apoio técnico para as empresas, levando os serviços voltados para a intenção da licença ambiental, plano de negócios e regularidade empresarial. Tudo isso para garantir o sucesso desta regularização. O atendimento é individual e elaboramos um relatório detalhado com os ajustes e documentos necessários para cada empreendimento”, explica Mesquita.

De acordo com o secretário da Seict, Anderson Abreu, a regularização e melhoria da infraestrutura dos polos moveleiros também são solicitações do governador Gladson Cameli. “A Seict, ao lado dos parceiros Imac, FIEAC e Sebrae, não medirá esforços para cumprir esta missão. Temos uma equipe preparada e pronta para auxiliar os moveleiros”, garantiu.

Para o presidente do Imac, André Hassem, a visita aos polos moveleiros, iniciada em Brasileia e concluída em Cruzeiro do Sul, será de suma importância a fim de que os moveleiros possam trabalhar dentro da legalidade. “Essa ação é uma determinação do governador Gladson Cameli. A intenção é regularizar e licenciar ambientalmente as empresas instaladas nos polos para que possam receber a concessão de uso desses espaços, gerando emprego e renda com tudo regularizado”, frisou.

O superintendente do Sebrae no Acre, Marcos Lameira, por sua vez, afirma que a instituição está sempre pronta para apoiar os pequenos negócios, pois esse é seu principal objetivo. “Em 2020, levamos, em parceria com a FIEAC e sindicatos da indústria, uma grande quantidade de consultorias e serviços, como licenciamento ambiental, mapeamento de processos, eficiência energética, planos de negócios, gestão empresarial, entre outros. E agora, mais uma vez, o Sebrae atende às necessidades dos pequenos negócios, com soluções e contribuindo com este processo de regularização”, salientou.

O Sindicato da Indústria de Móveis do Estado do Acre (Sindmóveis) tem acompanhado de perto e apoiado a iniciativa. “Parabenizamos essa ação da FIEAC juntamente com o governo estadual e demais parceiros envolvidos, pois esta é uma reivindicação antiga do nosso setor. Com essa força-tarefa, os empresários dos polos moveleiros estarão efetivamente aptos para o cumprimento de suas funções sociais, gerando empregos e contribuindo para o desenvolvimento de nosso estado”, assinalou o presidente da entidade, Augusto Nepomucena.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.