30.3 C
Rio Branco
25 julho, 2021 10:58 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

MS confirma baixas em retratação nas UTIS, óbitos e média de casos Covid

Estado segue com retração nas UTIs e tem hoje mais 30 óbitos e 1.100 novos infectados

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

MATO GROSSO DO SUL (MS) – O Estado está conseguindo se recuperar nos últimos quatro dias do mês, ao menos, de situação de caos que foi praticamente o mês todo de junho. Nesta terça-feira (29), o boletim Epidemiológico, trouxe menos mortes que ontem, confirmação de baixa em internações UTIs e apesar de aumentar casos positivo com relação a segunda-feira, que tem menos registros dos municípios devido a ‘folga’ de domingo, mantem uma queda de média móvel de últimos 21 dias.

O boletim Epidemiológico de hoje, aponta mais 30 mortes por Covid-19 na últimas 24 horas ante 34 óbitos de ontem e assim se confirma até o momento, o total de 8.153 mortes, pelo Covid-19 no MS. No último sábado, que se passou dos 8 mil e Junho com 1.174, será o  segundo mês mais letal da pandemia, perdendo apenas para abril deste ano com 1.396. O mês de março, que era o segundo, caiu para terceiro com então 1.098 mortos.

Já os novos casos, foram confirmadas hoje, mais 1.100, sendo que em Campo Grande foram mais 401 e em Dourados apenas 63, atingindo 334.681 infectados, desde o início da pandemia.

As pessoas recuperadas somam 312.879. Mas, há em isolamento domiciliar 12.768 pessoas e 881 hospitalizadas. Em leitos clínicos estão 391 pessoas e em unidades de terapia intensiva 490 em leitos públicos e privados.

UTIs

A taxa de ocupação de leitos de UTI está em 97% na Macrorregião de Campo Grande. Dourados com 85% e Três Lagoas 94%. Corumbá encontra-se com 92% os leitos ocupados. Sobre as taxas de ocupação é possível observar uma diminuição nos números de internações, contribuindo para a operação abaixo do total.

As amostras que aguardam para serem analisadas no Lacem (Laboratório Central) no último dia, somam 770, apresentando também decréscimo em seu volume, fazendo com que o laboratório retorne a trabalhar normalmente, já que vinha de uma sobrecarga excessiva, sendo necessário a ajuda de parceiros, para evitar atrasos.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.