28.3 C
Rio Branco
18 junho, 2021 1:00 pm

Na divisa com o Acre, Amazônia peruana esconde impressionante rosto de pedra

Rocha com a escultura esconde segredos que são atribuídos até à ação de extraterrestres

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Dos muitos mistérios guardados pela Amazônia, um rosto humano gigantesco e esculpido numa pedra está desafiando estudiosos do assunto no mundo inteiro. Até ufólgos entraram no debate afirmando que a obra foi feita por seres extraterrestres.

A incrível escultura foi localizada na Reserva Comunal Amarakaeri, na parte da Amazônia peruana, que cobre uma área de 402.335,62 hectares. A localidade fica no território de Madre de Dios, na fronteira brasileira com o Acre.

Consultados, estudiosos dizem que a escultura faz parte da pátria ancestral da tribo Harakbut, um grupo indígena que povoa uma significativa parte de Madre de Dios há décadas. A escultura é chamada de “O misterioso rosto de Harakbut”. A pergunta dos estudiosos é: trata-se de criação comum da natureza ou de uma civilização com conhecimentos avançados?

Além dessas perguntas, com o colossal rosto de pedra aparecem inúmeras perguntas que cativam muitos estudiosos por vários motivos. Esta silhueta rochosa teria sido levantada por seres humanos? Ou talvez deveria ser atribuído à uma coincidência aleatória dos elementos (criação da natureza)? Seria a criação de uma civilização avançada que esteve na região no passado? Todas as possibilidades apresentadas são plausíveis e relevantes, mas levantam questões ainda mais difíceis de responder.

Aqueles que se aventuram no complicado caminho que leva ao misterioso Rosto de Harakbut não deixam de se assustar ao ver como suas linhas e características do rosto são precisas.

Rosto de Harakbut / AMAZÔNIA DC

O rosto está localizado bem próximo de um dos vários rios de fluxo rápido que podem ser achados na fantástica floresta Amazônia. Ele está localizado exatamente no topo de uma saliência, no meio da vegetação alta, apresentando uma imagem muito realista do que parece ser claramente o rosto de um ser humano. Linhas perfeitamente visíveis se destacam consideravelmente do penhasco, delineando a tez de um gigante olhando ao longe.

As tribos que habitam as localidades consideram essa estrutura rochosa como a presença de um de seus deuses ancestrais, guardiões e protetores da selva e animais. Basta observar nitidamente de qualquer ângulo que seja para notar um rosto humano retratado perfeitamente na enorme rocha. Nariz agudo e aquilino, mandíbula e testa proeminente simulam muito bem as características locais.

Não existem evidências de instrumentos de trabalho no local do rosto, como geralmente é observado próximo a outras estruturas pelo mundo. Para aumentar ainda mais o mistério, se trata de um local de muito difícil acesso. Chegar nessa área com ferramentas boas o suficiente para criar um feito desse requer uma considerável tecnologia. Como isso tudo foi de fato realizado no passado é um mistério que precisaria ser profundamente investigado por pessoas da área.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.