18.3 C
Rio Branco
3 agosto 2021 1:54 am

No dia do Bombeiro, tenente no AC relembra trabalho na pandemia: ‘Sentimento é de gratidão’

As homenagens se iniciaram na segunda quinzena de junho e se encerrarão no dia 06 de julho com entrega de medalhas da mais alta honraria da corporação na capital

POR RENATO MENEZES, PARA CONTILNET

Como forma de homenagear os profissionais da segurança que se dedicam em prol de salvar vidas, no dia 02 de julho é instituído o Dia do Bombeiro em todo o território nacional. No estado, o Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC) organizou, tanto na capital como no interior, uma série de atividades em alusão à data que envolveram torneios esportivos e competições com transmissões ao vivo pelas redes sociais.

A programação começou no dia 17 de junho com uma live ecumênica que contou com a presença de representantes das religiões católica, evangélica e espírita. No decorrer do final de junho, houve torneio de barras fixas feminino e masculino com representantes dos batalhões, provas-simulação de “bomba armar” referentes a montagem de mangueiras acopladas ao caminhão de incêndio, e de equipagem com os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) de combate a incêndios.

Bombeiros da capital e do interior participam de homenagens e provas | Foto: Ascom/CBMAC

A comemoração, com restrição de público em razão da pandemia de Covid-19, se estendeu no último dia 27 de junho com a corrida em trilhas de sete quilômetros, realizada pela primeira vez entre os militares, e com um torneio de futebol entre as unidades no clube de Associação dos Praças dos Bombeiros Militares do Acre (APBMAC). O fim da programação acontecerá na próxima terça-feira, 06, com a entrega da medalha Dom Pedro II aos bombeiros destaques da corporação.

De acordo com a tenente do CBMAC, Laiza Mendonça, além da promoção de momentos de interação e de agradecimento aos trabalhos realizados pelos bombeiros, a ideia das atividades também visa o exercício da rapidez que se é exigida no atendimento de uma ocorrência. “Estas competições são referentes a treinamentos diários que nós fazemos, de sempre conseguir o menor tempo-resposta ao atendimento das ocorrências”, complementa.

A tenente também enfatiza que se sente honrada em ser bombeira militar. “Durante a pandemia, o CBMAC não parou, pelo contrário, está sempre trabalhando, de domingo a domingo, disposto a qualquer chamado de emergência que recebermos. O sentimento é de gratidão em podermos contribuir, capacitar e treinar para que sempre possamos prestar um serviço de excelência para a população acreana”, destaca.

Militares de Sena Madureira e Rio Branco participaram da “Corrida de Fogo” com obstáculos e percursos de difícil acesso | Foto: Ascom/CBMAC

QUAL A ORIGEM DO DIA DO BOMBEIRO?

A data foi instituída em homenagem à criação do primeiro Corpo de Bombeiros do país na época do Brasil Império, sob comando de Dom Pedro II. O “Corpo Provisório de Bombeiros da Corte”, criado em 02 de julho de 1856 no Rio de Janeiro, foi comandado pelo major João Batista de Morais Antas e surgiu com o objetivo de diminuir a quantidade de incêndio. Antes da instituição desta corporação, as pessoas combatiam o fogo com baldes d’água que passavam de “mão-em-mão”, o que aumentava os riscos de danos maiores.

Atualmente, estes profissionais realizam mais do que a contenção de queimadas. Além de fiscalizarem esse tipo de situação, eles fazem resgate de pessoas em situações de asfixia, afogamento, enchentes, tentativas de suicídio, desaparecimentos em ambientes como matas e florestas, captura de animais silvestres, resgate de outros animais que estejam em risco, além de darem dicas e orientações referentes às formas de se evitar um acidente com fogo, por exemplo

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.