24.3 C
Rio Branco
21 setembro 2021 10:11 pm

Pai acreano homenageia filha surda com tatuagem e história vira campanha da ‘O Boticário’

POR DOUGLAS RICHER, DO CONTILNET

Última atualização em 29/07/2021 19:46

A reprodução dessa coluna fica proibida sem os créditos do colunista e site. A cópia desse conteúdo sem autorização gera processos judiciais.

Siga meu Instagram e veja mais conteúdos: @douglasricher

A história da acreana Ana Cristina, de 12 anos, ganhou um capítulo diferente e emocionante neste ano. Ana e o pai, o professor Marivaldo de Paula, de 37 anos, fazem parte da campanha nacional do Dia dos Pais para a marca ‘O Boticário’.

O vídeo com duração de 1:30 minutos conta um pouquinho da história da Ana Cristina desde o dia que ele começou a ouvir com o coclear com 5 anos até o ano de 2015 quando seu pai fez uma tatuagem para ela não se sentir diferente.

Esse colunista conversou com o pai de Ana, o professor Marivaldo de Paula, para o site ContilNet que comentou sobre a emoção de contar um pouco da trajetória que envolve luta e muito amor.

Douglas Richer: Qual a sensação de poder compartilhar o amor pela sua filha em uma campanha nacional?

Marivaldo de Paula: É uma sensação incrível, pois foram muitas lutas para que minha filha pudesse ouvir pela primeira vez. Muitas noites de sono perdidas, mas nunca desisti. E hoje ela ouve através dessa tecnologia incrível, que custa caro, mas não meço esforços para ela continuar ouvindo e tendo qualidade de vida.

Douglas Richer: Você ficou surpreso com o convite da ‘O Boticário’ para contar a história da Ana Cristina?

Marivaldo de Paula: Muito! No início, não estava acreditando, pensei que fosse brincadeira (risos). Mas logo vi que era verdade, passei muitas noites com ansiedade, com cada entrevista que faziam para a campanha, com os detalhes que eles se preocuparam. Eles me fizeram chorar de novo (risos), revendo todos os registros que tenho dessa trajetória. As fotos, vídeos, reportagens…

Douglas Richer: Quando você percebeu que ela não escutava?

Marivaldo de Paula: Foi em 2012; ela tinha 2 anos e meio quando iniciamos o diagnóstico. Contei com a ajuda da escola, que me apoiou na época. Daí em diante, passei muitas angústias, pois Ana demonstrava muito interesse em ouvir, colava a orelhinha na TV para sentir a vibração dos sons. Através dessas angústias, fiquei sabendo do implante coclear.

Num belo dia, recebi a ligação de um homem surdo implantado, e não acreditei que ele ouvia e falava usando essa tecnologia. Fiquei encantado. Então, iniciei uma verdadeira corrida em busca dessa tecnologia. Mas tive muitas dificuldades, localização, laudos médicos, liberação para tratar fora do estado. Financeiramente sempre foi muito difícil, tanto que hoje eu faço de tudo, dou aulas, faço vendas e de tudo mais um pouco (risos).

Douglas Richer: Qual a sensação depois de tantas batalhas para ver sua filha escutar?

Marivaldo de Paula:Todos os dias, renovo minha felicidade pois, todos os dias, a minha filha aprende palavras novas. Participa de atividades e interage com todos, tudo graças a essa tecnologia. Aninha ouve, fala, dança, é fã da banda BTS. Ensina o irmão mais novo a falar. Tem uma vida mais plena, com mais qualidade. Tem 4 meses que ela houve do lado direito, pois até então ouvia apenas de um lado.

Douglas Richer: Ela já viu o vídeo na TV?

Marivaldo de Paula: Sim, sim, sempre grita chamando os irmãos para assistir juntos (risos).

Douglas Richer: Qual a mensagem que você deixa aos pais que estão passando por dificuldades mais não perderam a esperança de lutar pelos seus filhos, seja qual for o motivo?

Marivaldo de Paula: Jamais desistia dos seus filhos, de lutar pelo sonho dos seus filhos, pelo sonho da própria família. Não esquecer que os filhos são amor, quem é pai de verdade sente amor pelos filhos. E lutar todos os dias, para que eles tenham o melhor da vida. O melhor da vida com educação, atenção, com amor, continuem lutando e não desistam. Dê amor, atenção, não deixem os filhos somente nas tecnologias, entregue a elas, e continuem lutando a retribuição deles vai ser sempre o amor. E hoje nesse mundo tão frio, amor é tudo!

Hoje eu vejo outras pessoas tendo a mesma luta que eu tive, a mesma dificuldade, e pra mim é muito gratificante poder ajudar essas pessoas com informações a chegar até esse tecnologia, a não desistir com as dificuldades impostas, as dificuldades que aparecem. Eu tive pessoas que me ajudaram com informações, até financeiramente na época, e hoje no que eu posso eu ajudo as pessoas que me procuram. Eu gosto muito de ajudar essas pessoas, porque não é fácil você seguir com as angustia e encontrar os caminhos. E quando tem alguém já passou por elas, fica bem mais fácil, a dor é menor e a vitória é praticamente certa!

Hoje, Ana Cristina cursa o 7º ano na Escola Raimundo Hermínio de Melo, no bairro Raimundo de Melo. Ela e seu pai moram no bairro Vila Acre em Rio Branco.

Implante Coclear

O implante coclear, popularmente conhecido como ‘ouvido biônico’, é um aparelho eletrônico interno que é implantado através de uma cirurgia. A função do dispositivo é restaurar a audição de pessoas que sofrem com a surdez profunda, que não são resolvidas com as próteses auditivas convencionais. O equipamento eletrônico substitui totalmente o ouvido dessas pessoas.

Escute o áudio onde o Marivaldo conta um pouco da sua história para a marca ‘O Boticário’!

Confira fotos cedidas para nossa coluna:

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.