18.3 C
Rio Branco
2 julho 2022 2:51 am

Acre ocupa 8ª posição no ranking de queimadas da Amazônia Legal e está à frente do Amapá

Governo e prefeituras organizam equipes para combater as queimadas. População pode ajudar não queimando lixo nos quintais.

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 02/06/2022 17:06

O Acre está na oitava colocação do ranque que inclui os nove estados da Amazônia Legal quando o assunto é queimadas. De 1 de janeiro a 1 de junho de 2022, o estado registrou 66 focos de queimadas segundo o Satélite de Referência (Aqua) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O município de Cruzeiro do Sul apresenta maior percentual (19,7%) com total de 13 focos, seguido por Xapuri (19,7%) com 13 focos, Rodrigues Alves (12,1%) com 8 focos.

Os dados estão na publicação desta quinta-feira (2), do monitoramento de focos de queimadas e qualidade do ar, que é feita diariamente pelo Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma) do governo do Acre.

De acordo com o boletim, na Amazônia foram registrados 8.553 focos de queimadas, com o estado de Mato Grosso apresentando maior percentual (54,3%) com total de 4.648 focos, seguido por Tocantins (16,7%) com 1.426 focos, Maranhão (7,2%) com 639 focos.

Com a chegada do período de estiagem, o governo do Estado e as prefeituras já estão organizando as equipes de monitoramento e combate em campo. Em Rio Branco, onde a população já começa a sentir o efeito nocivo das queimadas, o Plano de Contingência e Mobilização contra Queimadas e Incêndios foi apresentado na manhã desta quinta-feira (2) pela Defesa Civil municipal.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.100 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.