20.3 C
Rio Branco
29 junho 2022 4:20 am

Um robô chinês conseguiu clonar porcos sem ajuda de ninguém. E agora?

POR TILT, UOL

Última atualização em 05/06/2022 14:23

Uma empresa de biotecnologia chinesa usou robôs autônomos capazes de analisar problemas e tomar decisões por si só, movidos por inteligência artificial (IA). A primeira aplicação que a Clonorgan Biotechnology executou, em um projeto realizado em parceria com a Universidade de Nankai, na província de Chengdu, foi a clonagem de porcos de forma automatizada.

Pode parecer pouco, mas não é. A inovação, se aplicada em larga escala, tem o potencial de elevar enormemente a produção de alimentos, na China e no mundo. Mas não só isso.

Se não, vejamos. Atualmente, o processo de “clonagem” de animais é feito por meio de manipulação humana, em um trabalho metódico, delicado e profundamente especializado.

De forma simplificada, podemos dizer que a “clonagem” consiste em obter óvulos da fêmea de um animal e, cuidadosamente, em um microscópio, remover manualmente o “núcleo” dessa célula reprodutiva. Do mesmo modo, com células do animal a ser clonado em mãos (ou melhor, na lâmina de um microscópio), remove-se seu núcleo, ou algo que os especialistas chamam de “parcela somática”.

Leia mais em UOL.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.