31.3 C
Rio Branco
7 agosto 2022 2:05 pm

Acre é o estado com maior “fuga de médicos” no Norte, diz Folha: “Preocupante”

Na região Norte, a proporção de médicos é a menor do país

POR MARIA FERNANDA ARIVAL, DO CONTILNET

Última atualização em 09/07/2022 11:34

Os médicos recém-formados têm buscado a região Sul e Sudeste do Brasil para iniciar a vida profissional, ao contrário do que previa a interiorização e expansão dos cursos de medicina no país. No Acre, a média de médicos é de 1,41 por mil habitantes dos formados entre de 2018 e 2021. A média do Brasil é de 2,74 médicos por mil habitantes.

Os estados da região Norte do país são os que mais registram “fuga de médicos” para outras regiões, mesmo com a ampliação dos cursos de medicina, intensificados a partir de 2013 com a lei do Mais Médicos, com o argumento de abertura de escolas médicas em regiões menos assistidas para que conseguissem reter os profissionais nesses locais.

Os dados do Conselho Federal de Medicina (CFM) apontam que o Acre é o estado com maior fuga de médicos, segundo a Folha de São Paulo, de 240 alunos que se formaram em medicina entre 2018 e 2021, 62,9%, equivalente a 151 formados, foram para outros estados fazer seu primeiro registro médico para começar a atuar na profissão.

Na região Norte, a proporção de médicos é a menor do país, com apenas 1,45 por mil habitantes, com 5.578 profissionais. A maior é no Sudeste do Brasil, com 3,39 por mil habitantes, sendo 33.386 profissionais.

Entidades médicas

Segundo a Folha, as entidades médicas temem que uma disputa bilionária entre grupos educacionais possa aumentar a concentração desses profissionais nas regiões Sul e Sudeste. Um levantamento feito pelo CFM identificou que os estados com menor proporção de médicos têm uma alta migração de recém-formados.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.