19 de junho de 2024

Familiares das vítimas de queda de avião no Acre chegam em Rio Branco

Os corpos das 12 vítimas foram carbonizadas no terceiro maior acidente aéreo do Acre, ocorrido neste domingo (29)

Os familiares de quatro das 12 vítimas que morreram na queda de uma aeronave na manhã do último domingo (29), começaram a chegar em Rio Branco, em uma voo da empresa ART Taxi Aéreo. Os familiares chegaram a foram recebidos por uma equipe de Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). Segundo o g1 Acre, que registrou o momento, eles chegaram emocionados e não falaram com a imprensa.

Os corpos carbonizados das 12 vítimas do terceiro maior acidente aéreo do Acre, ocorrido neste domingo (29), começam a passar por reconhecimento no Instituto Médico Legal, em Rio Branco.

VEJA TAMBÉM: Queda de avião no Acre: o que se sabe sobre o acidente que matou 12 pessoas; veja mais

Emocionados, familiares das vítimas de voo que caiu e explodiu com 12 pessoas chegam ao Acre. Foto: Andryo Amaral/Rede Amazônica Acre

VEJA MAIS: IML ainda não tem prazo para concluir reconhecimento de vítimas de acidente aéreo; entenda processo

No mesmo dia do acidente, familiares dos doze passageiros, sendo 9 adultos e uma bebê, e dois tripulantes, piloto e copiloto, foram ouvidos pela Polícia Civil do Acre. Por conta da complexidade do caso, o IML afirmou ao ContilNet que ainda não tem prazo para concluir os trabalhos de reconhecimento das vítimas. Os corpos serão reconhecidos por exames de DNA.

Corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), em Rio Branco/Reprodução

Investigações

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou em nota que a investigação está em andamento, mas que não é possível definir prazos. Também não confirmou quando uma equipe deve chegar na capital acreana. O andamento da investigação ainda não está disponível no site.

“A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os possíveis fatores contribuintes. O Cenipa tem o objetivo de investigar as ocorrências aeronáuticas, de modo a prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. Quando concluída a investigação, o Relatório Final será publicado no site do Cenipa.”

Familiares chegaram em Rio Branco nesta segunda-feira (30). Foto: Andryo Amaral/Rede Amazônica Acre

O Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VII), localizado em Manaus, vai apurar as causas da queda do avião.

De acordo com a Aeronáutica, na investigação “serão utilizadas técnicas específicas, conduzidas por pessoal qualificado e credenciado que realiza a coleta e confirmação de dados, a preservação de indícios, a verificação inicial de danos causados à aeronave, ou pela aeronave, e o levantamento de outras informações necessárias ao processo”.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost