21 de fevereiro de 2024

Pastor da Igreja Assembleia de Deus morre aos 73 anos de insufiência cardíaca na Fundhacre

Velório será nesta sexta no cemitério Morada da Paz

O pastor Mário Martins da Silva, 73 anos,  da Assembleia de Deus, morreu nesta quinta-feira (7) vítima de insuficiência cardíaca, na Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre), em Rio Branco (AC). Nascido em 5 de novembro de 1949, no município de Eirunepé – AM, o pastor deixa um legado na comunidade evangélica e nas vidas que teve a oportunidade de tocar.

Casado há 50 anos com Maria de Fátima Costa da Silva, o casal teve seis filhos: Ducilene, Claudiomar, Lucilene, Luciana, Marilene e Cleiciomar. Pastor Mário dedicou sua vida ao serviço do Evangelho, dirigindo diversas congregações em Cruzeiro do Sul e pastoreando nos municípios de Porto Walter, Mâncio Lima, Vila Lagoinha, além de áreas e congregações em Rio Branco.

Foto redes sociais

Um dos marcos de sua trajetória foi a liderança na construção do templo da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Rio Branco e de Cruzeiro do Sul, onde atuou como mestre de obra.

“Sua marcante trajetória de vida foi evidenciada como esposo, pai, avô, amigo e obreiro de excelência, deixando-nos um legado de fé, esperança e comprometimento com o Reino de Deus. A respeito deste piedoso servo do Senhor, podemos afirmar que foi um homem poderoso em palavras e obras”, disse o Pr. Luiz Gonzaga de Lima, presidente da Assembleia de Deus.

O enterro está marcado para sexta, saindo às 8h, no Cemitério Morada da Paz. O velório acontece na Igreja Filial Vila Militar, situada na Rua Claudio Vieira da Silva, nº 37, Bairro Pedro Roseno.

PUBLICIDADE