16 de junho de 2024

Casal que deu surra em assaltantes quis impedir roubo de carro comprado um dia antes da tentativa de assalto

Luísa Alexandra e Fênix Oliveira ganharam R$ 16 mil de um cantor sertanejo para comprar veículo

O casal Luísa Alexandra e Fênix Oliveira, que reagiu a um assalto e deu uma surra nos criminosos em Uberlândiahavia acabado de comprar o carro que seria roubado pelos bandidos. Ao g1, eles contaram que ganharam R$ 16 mil de um cantor sertanejo para adquirir o veículo que aparece no vídeo.

“Trabalho como garçonete em um bar que o sertanejo sempre frequenta. Estava atendendo a mesa em que ele estava com a esposa e os amigos. Ele gostou muito de mim, até choramos juntos. Ele me perguntou do que eu ia trabalhar e contei que era de moto com meu marido. Em seguida, ele perguntou quanto custava minha moto dos sonhos. Disse que era R$ 16 mil e ele me fez o Pix na hora, além de uma gorjeta de R$ 1 mil”, lembrou Luísa.

cantor ainda pediu para Luísa honrar a promessa e assim ela fez. Ao invés de comprar a moto, a garçonete aproveitou o dinheiro para comprar um carro, que poderia ser melhor aproveitado pela família.

Susto no dia seguinte

Um dia após honrar a promessa e comprar o veículo que ajudaria a família, Luísa e Fênix decidiram dar uma volta no Bairro Jardim Europa para testar o carro novo.

“Eu havia acabado de chegar do serviço por volta das 2h e chamei ele para dar uma voltinha no carro. Ele ficou me esperando no carro e eu voltei para dentro de casa para buscar minha bolsa. Quando voltei, percebi a moto com os bandidos”.

O vídeo mostra a mulher saindo de casa, enquanto o homem esperava no carro.

A dupla passa com a moto e retorna. Durante a tentativa de assalto, os criminosos retiraram Fênix do banco do motorista e começaram a empurrá-lo.

“Quando a gente percebeu que eles não estavam armados, decidimos reagir. É uma coisa que eu não recomendo para ninguém, mas eu não podia perder o carro que eu tinha acabado de conquistar, não tinha nem seguro ainda”, afirmou.

Durante certa de 2 minutos, o casal bateu com chutes e socos nos criminosos, que até tentaram fugir, mas por diversas vezes foram derrubados pelas vítimas.

Um deles ainda tentou voltar para a moto e foi atingido por uma “voadora” do rapaz. Neste momento, Luísa também começou a bater em um dos ladrões.

“Meu marido gritava mandando eu correr, eu estava de vestido longo e tudo, mas eu fiz o contrário, não podia deixar ele lá lutando com os bandidos sozinho, eu tinha que ajudar ele. Nós fizemos um ping pong com os ladrões, ele batia de um lado, eu do outro e depois a gente trocava”.

Ainda durante a briga, um vizinho se aproximou e se juntou ao casal no combate aos assaltantes e cerca de um minuto depois, um deles fugiu a pé. Já o outro subiu na moto e foi embora.

Pelas imagens é possível ver, ainda, que nada do casal foi levado. Já os ladrões ficaram sem os capacetes.

Boletim de ocorrência

Depois do susto, o casal foi registrar o boletim de ocorrência, mas quando chegaram, a base da Polícia Militar (PM) estava fechada. Segundo Luísa, no dia seguinte retornaram e foram surpreendidos mais uma vez.

“O policial me falou que o sistema estava fora do ar e por isso não seria possível fazer o BO. Depois ele ainda me disse que mesmo se o sistema estivesse funcionando não iria registrar porque a PM não iria atrás disso. Na hora eu pensei que ainda bem que reagimos, senão estaríamos até agora sem o carro”.

Até a última atualização desta matéria, a PM não havia se posicionado sobre o caso.

Orientação

Segundo o delegado Leandro Fernandes Araújo, o conselho geral para casos como esse é não reagir.

“A orientação de maneira geral em casos de assalto é não reagir, ainda que acredite que o criminoso não está armado. Você pode estar enganado ou ser surpreendido por um comparsa. Se possível, evite movimentos bruscos e tente manter a calma”.

Momento em que casal reage a assalto  — Foto: Reprodução/Câmeras de segurança

Momento em que casal reage a assalto — Foto: Reprodução/Câmeras de segurança

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost