17 de junho de 2024

Morre astro de documentário que só comeu fast food por um mês

Cineasta morreu nesta quinta-feira (23), aos 53 anos, após complicações de um câncer

Morgan Spurlock, diretor do documentário Super size me: a dieta do palhaço, morreu nesta quinta-feira (23/5), aos 53 anos, após complicações de um câncer. A informação foi confirmada pela família do artista à revista norte-americana Variety.

“Foi um dia triste, quando nos despedimos do meu irmão Morgan”, disse o irmão Craig Spurlock. “Morgan deu muito através de sua arte, ideias e generosidade. Hoje o mundo perdeu um verdadeiro gênio criativo e um homem especial. Estou muito orgulhoso de ter trabalhado junto com ele”, completou. Os dois trabalharam juntos em vários projetos.

O documentário desencadeou a reflexão sobre como as redes de fast food incentivam a má nutrição entre o público/Foto: Divulgação/The Con

Spurlock nasceu em 7 de novembro, em Parkersburg, nos Estados Unidos. Ele se formou em cinema em 1993 pela Universidade de Nova York.

Ele ganhou destaque com o longa-metragem Super size me, indicado ao Oscar em 2004. Na produção, Morgan conduziu um experimento onde comeu apenas lanches do McDonald’s por um período de 30 dias.

O cineasta também se exercitou menos durante o período. Ao final, ele ganhou 25 quilos e sofria de depressão e disfunção hepática. A obra arrecadou R$ 22 milhões de dólares nas bilheterias do mundo todo.

O documentário desencadeou a reflexão sobre como as redes de fast food incentivam a má nutrição entre o público. Além dessa obra, Morgan produziu e dirigiu cerca de 70 documentários e séries de televisão.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost