11 de junho de 2024

VÍDEO: padre associa tragédia no Rio Grande do Sul ao ‘satanismo’

Pároco disse que Porto Alegre teria mais centros de macumba do que todo o Estado da Bahia, e que gaúchos se afastaram de Deus

O padre Paulo Santos, da paróquia São Francisco de Paulo, de Nova Andradina (MS), falou, durante “Missa Solidária em Oração Pelo Rio Grande do Sul”, em 8 de maio, que “o Rio Grande do Sul, há muito tempo, abraçou a bruxaria e o satanismo. Há muito tempo o meu povo tem se afastado de Deus”, com referência à tragédia que atualmente vive o estado devido às enchentes.

O pároco ainda diz que o RS está precisando de força espiritual, “porque perdeu a pouca que tinha”. E continua: “O secularismo chegou ao RS, o estado mais ateu da federação. Existem mais centros de macumba na cidade de Porto Alegre do que no estado da Bahia inteiro”.

Foto: Reprodução/Instagram

Santos sustenta que a capital gaúcha seria um exemplo de destemor a Deus. “Existem mais centros de macumba na cidade de Porto Alegre do que no Estado da Bahia inteiro.”

Devido à fala, o padre foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por intolerância religiosa.

 

No Rio Grande do Sul, após chuvas iniciadas no último mês de abril, 2,3 milhões de pessoas já foram atingidas pelas enchentes, 581 mil estão desalojadas e há 71,5 mil em abrigos. O número de mortos era de 161 até esta terça-feira.

play-sharp-fill

 

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost