André Gabeh faz desabafo e detona Matteus após polêmica de cotas

O vice-campeão do BBB 24 teria ingressado em uma faculdade usando o sistema de costas raciais após se autodeclarar preto

André Gabeh usou as redes sociais e detonou o vice-campeão do BBB 24, Matteus, após a polêmica envolvendo uma autodeclaração feita pelo gaúcho para ingressar em uma faculdade no Rio Grande so Sul.

De acordo com as informações que viralizaram nesta quinta-feira (13/6), Alegrete, como foi carinhosamente apelidado durante o reality, se autodeclarou preto e ingressou na universidade por meio do sistema de cotas raciais em 2014. Após a polêmica, a Universidade confirmou a informação.

No X, antigo Twitter, Gabeh, que também é ex-BBB, desabafou. “Eu nunca serei lido pela sociedade como Mateus é lido. Nunca. Alguém se declarar negro não pode ser suficiente para que ele se torne negro. Parem de validar isso. Esse discursinho pseudo inclusivo não vai mudar a situação de quem é realmente preto. Aliás, vai piorar”, argumentou André.

Veja o desabafo completo de André Gabeh:

“Pelo menos duas vezes por semana eu demonstro meu descontentamento por alguém tão branco quanto a mais branca das paquitas se declarar negro/preto e com isso passar a poder usufruir das políticas públicas voltadas para quem realmente é preto e negro. Eu falo disso sempre! E pessoas cada vez mais alvas aparecem como pretas e negras nas redes sociais e são validadas enquanto tal. Compreendem o subtexto disso? A semiótica disso?

Eu sempre sou chamado de Porteiro de Wakanda (país fictício criado por brancos, que escreveram revistas em quadrinhos com mais heróis azuis e verdes do que negros) quando aponto o absurdo disso. E tem preto batendo palma para esse colorismo que só prestigia brancos e brancos de pele escura. Não tem traço negróide e não tem ascendência negra, não é negro. Pele não branca e cabelo anelado/cacheado não são de marcadores suficientes para negrificar ninguém.

Parem de disparar esse raio pardificador em todo mundo e parem de achar que todo pardo partilha da mesma ancestralidade que um preto. Parem de misturar cor com raça social. Eu nunca serei lido pela sociedade como Mateus é lido. Nunca. Alguém se declarar negro não pode ser suficiente para que ele se torne negro. Parem de validar isso.

Esse discursinho pseudo inclusivo não vai mudar a situação de quem é realmente preto. Aliás, vai piorar. A polícia, os hospitais, os racistas sempre saberão muito bem quem é preto/negro e quem não é. Que saco… Cara. Que vídeo nojento. Ouçam a voz de fundo falando sobre autodeclaração e esse BONECO AMAR É da Shopee achando tudo normal. Que ódio”.

Entenda a polêmica envolvendo Matteus:

Uma bomba estourou na web nesta quinta-feira (13/6), causando um alvoroço. Matteus Amaral, vice-campeão do BBB24, teria entrado na universidade através do sistema de cotas raciais. Ele teria se declarado preto para cursar engenharia agrícola na Instituto Federal Farroupilha (IFF), em 2014.

O assunto veio à tona, depois do colunista Alessandro Lo-Bianco, do IG Gente, divulgar um documento do Ministério da Educação, onde consta o nome completo de Alegrete, o curso, a modalidade e turno em que ele se matriculou.

Na internet, a fofoca repercutiu e internautas criticaram Matteus por ser, supostamente, cotista:

“Olha aí, o menino de vó! O santinho que nunca erra”, julgou uma pessoa. “Que vergonha, seu Alegrete”, disse mais uma. “A casa caiu, preto de Taubaté! Daqui a pouco ele vira índio das terras de Manaus”, debochou uma terceira. “Esse nunca me enganou dentro do BBB. O bom moço de nada tem”, comentou outra.

Durante o reality da TV Globo, o rapaz falou que trancou os estudos no quinto semestre, para cuidar da avó, Neuza França, de 91 anos, depois que sua tia, que tem deficiência auditiva, fraturar o fêmur em uma queda, e precisar passar por uma cirurgia de risco. Como a maioria das faculdades federais têm horário integral, o gaúcho preferiu postergar a formação e dar apoio em casa.

“Minha vó é tudo para mim, me criou, me deu a base de tudo. Sempre foi uma pessoa que nunca foi turrona, de me obrigar a fazer as coisas. Me ensinou o que era certo e disse para eu valorizar as coisas simples da vida”, falou assim que entrou no Big Brother Brasil.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost