Rio Branco, Acre,


Tião Viana lidera comitiva com mais de 20 secretários e empresários em viagem para Itália e Israel

Empresários, representantes de instituições e convidados, segundo o governo do Acre, “estão indo por sua total responsabilidade financeira”; viagem de secretários e assessores será custeada pela Cooperação Alemã

tiao
Governador Tião Viana: “Estamos apostando na agroindustrialização com alta tecnologia e sustentabilidade” – Foto: Sérgio Vale/Divulgação

O governador Tião Viana embarca nesta quarta-feira (2), em Brasília, tendo como destino Itália e Israel, onde passará uma semana em mais uma iniciativa de sua aposta na agroindustrialização com alta tecnologia e sustentabilidade do Acre.

Acompanhado da primeira-dama Marlúcia Cândido, o governador vai liderar no exterior uma missão da qual participam os secretários Fernando Lima (Indústria),  Renata Silva e Souza  (Ciência e Tecnologia), Glenilson Figueiredo (Extensão Agroflorestal e Produção Familiar), Dande Tavares (Companhia de Desenvolvimento de Serviços Ambientais) e Andrea Zílio (Comunicação), além de 21 empresários e representantes de instituições do Estado.

PUBLICIDADE

A reportagem da ContilNet obteve a lista parcial dos participantes da delegação acreana na Itália e Israel. O governo informou que a viagem de sua equipe será custeada pela Cooperação Bilateral Brasil-Alemanha, que financia projetos de conservação e preservação das florestas tropicais, através de contribuições financeiras não-reembolsáveis do KFW, o banco alemão de desenvolvimento.

Os empresários e representantes de instituições que integram a comitiva liderada por Tião Viana, segundo o governo estadual, “estão indo por sua total responsabilidade financeira”, entre aos quais o ex-secretário de Fazenda e atual superintendente do Sebrae, Mâncio Cordeiro, o presidente da Associação Comercial do Acre, Jurilande Aragão, e o presidente em exercício da Federação das Indústrias do Acre, José Luiz Felício.

A missão do Acre no exterior começa na Exposição Universal das Nações Unidas (Expomilão), realizada a cada cinco anos, em locais diferentes, reunindo dezenas de países que “apresentam os novos avanços da humanidade”.

Segundo os organizadores, além de promover a troca de conhecimento entre povos com valores e estilos de vida diversos, as exposições são um espaço para compartilhar tecnologias, inovações e descobertas e influenciam o desenvolvimento da arte, educação, design, comércio, turismo e relações internacionais.

No sábado (5), Dia da Amazônia, haverá a abertura de um evento denominado “Acre, made in Amazonia: economia verde de baixo carbono e inclusão social”, com a participação da delegação do Acre, convidados e Estados Membros. O evento será pontuado por um show do compositor, instrumentista, arranjador e cantor acreano João Donato.

Haverá depoimentos do secretário Fernando Lima e dos representantes do Fundo de Investimentos em Participações da Amazônia, Luiz Fernando Laranja, e do Enviroment Defense Found (Fundo de Defesa Ambiental), Stephan Lane Schwartzman.

“Estamos apostando na agroindustrialização com alta tecnologia e sustentabilidade. Um exemplo do que precisamos avançar é que hoje, no Brasil, se produz 18 toneladas de peixe por hectare. Israel produz 100 toneladas. Temos capacidade para produzir 50 toneladas e capacidade para avançar nisso”, disse o governador Tião Viana.

A missão do governo estadual pretende apresentar as cadeias produtivas de proteína animal (piscicultura, suinocultura, agricultura, ovinocultura), como foi o processo foi construído, de que forma cresceu e foi fortalecido. O governo estadual informou que também serão apresentados aos investidores pequenos e grandes produtores das cadeias produtivas, que contribuem o desenvolvimento regional.

Entre as cadeias produtivas estão a do açaí, do extrativismo da castanha e da borracha. Pecuaristas, extrativistas, e representantes do setor da indústria e da agropecuária, que apostando na piscicultura como desenvolvimento, também estarão presentes. Segundo o governo estadual, elas vão mostrar como o desenvolvimento de projetos dessas cadeias estão sendo viáveis para combater e reduzir o desmatamento.

O governo vai aproveitar o evento em Milão para lançar um catálogo do Acre com todos os seus produtos, expondo a política de sustentabilidade e o que o Estado pode oferecer a países que queiram prospectar negócios. Segundo o governo, o evento servirá para que seja mostrado aos países o que o Acre tem de melhor. Na avaliação do governo, os investidores estrangeiros de mais de 100 países, precisam conhecer que no Acre vão contar com segurança jurídica e uma política sociambiental correta e sustentável.

A delegação acreana vai conhecer em Israel as novas tecnologias voltadas para a piscicultura. A tecnologia do país permite a produção de até 100 toneladas de pescado em um hectare de lamina d’água. Tião Viana tem repetido que seu plano é que o Acre se torne o endereço do peixe na Amazônia.

A programação da comitiva acreana em Israel inclui visitas a algumas fazendas que se vale do alto uso de tecnologia. Por ser um país onde há pouca água, o país desenvolve tecnologias que permite melhor aproveitamento do solo e da água. “Nós queremos trazer essas tecnologias para o Acre. Empresários do setor estão indo conhecer e podem se sentir motivados a investir para aumentar  sua produtividade e contribuir para o crescimento contínuo do Acre. Para o governo esse é o caminho para o agronegócio, a sustentabilidade e a valorização da floresta amazônica”,  concluiu o secretário Fernando Lima.

Veja a lista parcial de empresários e representantes de instituições que vão participar da missão do governo do Acre na Itália e Israel:

Mâncio Cordeiro – Superintendente do Sebrae
Jurilande Aragão – Presidente Associação Comercial do Acre e do Conselho Deliberativo do Sebrae
Adalberto José Moretto – Presidente do Conselho Peixes da Amazônia S/A
José Luiz Felício – Presidente em exercício da Federação das Indústrias do Acre (Fieac)
João César Dotto – Diretor superintendente do Senai
Fabio Ricardo Leite – Empresário
Evaldo Abreu Curty – Piscicultor (empresário)
José Carlos Bronca – Criador de gado leiteiro e piscicultor (empresário)
José Marcos Leite Junior – Empresário (piscicultor)
Edilberto Afonso Morais – Empresário (piscicultor)
Valmir Ribeiro – Conselheiro do Tribunal de Contas do Acre e empresário
Bernardo Nieto Pereira – CDSA
Fábio de Lima Vaz – Presidente da Peixes da Amazônia S/A
Martin Haverson – Empresário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up