Terceira maior cidade do Acre, Sena Madureira não tem Defensor Público para atender a população


Os vereadores pretendem formar uma comissão e se dirigir à Defensoria Geral do Acre para cobrar as devidas providências

EDNALDO GOMES, PARA CONTILNET

Os moradores de Sena Madureira que não tem condições de pagar um advogado particular, e pretendem resolver alguma pendência judicial, estão a ver navios. Isso porque o terceiro maior município do Acre encontra-se sem defensor público para atender a população.

Defensoria em Sena está sem defensor/Foto: reprodução

Este problema estava acontecendo há meses, porém, estava sendo amenizado com a atuação de uma assessora na Defensoria que fazia os atendimentos e encaminhava as petições para Defensores de Rio Branco. Acontece que, nesta semana, esta assessora foi exonerada do cargo e os atendimentos foram suspensos, sem previsão de normalidade.

A dona de casa Francisca dos Santos Lima, moradora do bairro Cafezal, procurou a Defensoria Pública nesta semana e acabou dando viagem perdida. “Preciso resolver uma questão de ordem familiar e não tenho como contratar um advogado, por isso, procurei a Defensoria. Infelizmente a nossa cidade não tem defensor. Pedimos ao setor responsável que tome uma providência urgente para resolver a situação”, comentou.

O atual momento vivenciado na Defensoria de Sena Madureira contrasta com anos anteriores em que a cidade chegou a contar com a atuação de dois defensores públicos. Nos últimos anos, esse número caiu para apenas um Defensor atuando e hoje não tem nenhum.

Os vereadores pretendem formar uma comissão e se dirigir à Defensoria Geral do Acre para cobrar as devidas providências.

comentários

Outras Notícias

Veja Também