17 C
Rio Branco
7 maio, 2021 5:41 am

“Não houve agressão”, diz chefe do Gabinete Militar de Bocalom sobre confusão com camelôs

POR MARCOS DIONE, DO CONTILNET

O Coronel Ezequiel Bino, que é chefe do Gabinete Militar do Prefeito Tião Bocalom (PP), negou que alguém tenha sido agredido durante a ação realizada em conjunto entre a PM e a fiscalização municipal, por volta do meio-dia desta quarta-feira (31), na Rua Sergipe, ao lado do Terminal Central. Na situação, um rapaz teria desmaiado ao receber um golpe “mata-leão” de um policial.

Entenda o caso: Vídeo: trabalhador desmaia ao receber “mata leão” de PM durante fiscalização da Prefeitura na Capital

video

Bino diz, ainda, que não existe perseguição da Prefeitura contra os camelôs. Ele afima que a confusão deu-se após dois servidores terem sido agredidos pelo filho de um senhor que mesmo tendo uma loja no Aquiry Shopping continua comercializando sua mercadoria no calçadão. O coronel relata também que criminosos usam aquela área pra o tráfico e chantagear os camelôs.