22.3 C
Rio Branco
27 julho, 2021 5:54 am

Acre já registrou mais de 60 focos de queimadas neste ano, diz levantamento da Sema

Os municípios de Cruzeiro do Sul e Feijó lideram o ranque, com 10 focos, cada

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

O período das queimadas ainda nem chegou e o Acre já registra 62 focos entre os dias 1º de janeiro e 22 de junho. As informações são da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), por meio de dados de satélites ligados ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Os municípios de Cruzeiro do Sul e Feijó lideram o ranque de queimadas no Acre, com 10 focos, cada. Brasiléia e Mâncio Lima aparecem em seguida, ambos com seis incêndios registrados até o momento.

Rodrigues Alves e Tarauacá também estão empatados, com cinco focos. Marechal Thaumaturgo têm quatro e Epitaciolândia, Porto Acre e Rio Branco, três, cada. Possuem duas notificações de fogo Assis Brasil, Senador Guiomard e Xapuri. Já Acrelândia fechou o semestre com apenas.

Ainda não queimaram Bujari, Capixaba, Jordão, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Walter, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira.

As queimadas no primeiro semestre de 2021 são menos numerosas que as de 2020 e 2019 para o mesmo período. No ano passado, o Acre queimou quase o dobro (120) entre janeiro e junho.

O período das queimadas urbanas e rurais começa em julho e vai até outubro.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.