22.3 C
Rio Branco
21 junho, 2021 9:10 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

TRE-MS pula ‘Lockdown’ confirmando eleição em Sidrolândia no domingo

‘Lockdown’ não funcionará para eleição em Sidrolândia confirmada no domingo

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

SIDROLÂNDIA (MS) – O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) ratificou na tarde de ontem que não irá adiar novamente a eleição suplementar em Sidrolândia, que fica a 71 km de Campo Grande capital. A três dias do pleito, a Justiça eleitoral não levou ou apontou que não podia levar em consideração o decreto de restrições do Governo do Estado, com até possível Lockdown para 43 municípios de Mato Grosso do Sul, que inicia nesta sexta-feira (11) e segue por 14 dias.

Ontem, o Governo do Estado decretou Lockdown em 50% de MS. Mas, o TRE ratificou que segue confirmado o pleito eleitoral para o próximo domingo (13), mesmo após a mudança de bandeira do Prosseguir de vermelha para a cinza no município, exigindo contenção ao avanço da covid-19 em toda a região. Assim, se mantem as eleições suplementares em Sidrolândia, mesmo com o município entrando para bandeira cinza, que leva as restrições máximas.

O juiz eleitoral da cidade, Claudio Muller Pareja, explicou também que haverá todo cuidado e que adiar daria mais prejuízo. “Essa é a segunda tentativa de eleição em Sidrolândia, já que a primeira foi adiada justamente por causa da covid. Porém, se fosse suspender agora, o dano seria maior, acreditamos”, explica

Assim, Pareja manteve preparativos para o pleito, que deve começar às 7 horas em 20 sessões eleitorais e contar com 99 urnas eletrônicas, além de 40 reservas. A votação vai até às 17h, com previsão do resultado estar pronto até no máximo 19h. A parte da campanha eleitoral se encerra nesta quinta-feira.

Maior risco já até passou na campanha

O magistrado justifica ainda que para a Justiça Eleitoral o maior risco de contágio era durante a campanha, sendo reduzido no dia de votação, que será fácil e rápido o processo do voto, sendo apenas nome de novo prefeito.

“A campanha na rua e candidatos já fizeram, onde podiam ter riscos diários. E a população não deve demorar, vai ficar no máximo 15 minutos, para toda a ação dentro da seção eleitoral e terão todas normas de biossegurança obedecidas”, explica.

Eleitor já ir ainda mais preparado

O juiz eleitoral ainda lembra que é mais um motivo para a população ir ainda mais preparada. “No dia da votação, a recomendação é que os eleitores compareçam com seus documentos de praxe já em mãos para acelerar o processo e também levem suas próprias canetas para assinar a folha de presença, além de usá-las com a parte de traz na hora de digitar o número do candidato escolhido. Tudo paar ser mais preparado e rápido”, diz Pareja.

“Pedimos também aos que tiveram contato com algum caso suspeito de covid ou tenha algum sintoma da doença para não comparecer e expor mais pessoas a esse risco. Além disso, os idosos terão prioridade na votação até às 11h. Todo mundo, sem exceção, deve usar máscara de proteção e respeitar o distanciamento”, finaliza o juiz.

Reta final – Nesta quinta-feira (10), os candidatos terão que cessar suas campanhas nas ruas, seguindo apenas nas redes sociais, já que o decreto que mudou o grau de risco da covid em Sidrolândia não permite mais tais atividades a partir de sexta (11).

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.