17.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 8:44 am

Bocalom cria comissão para discutir PCCR e professores encerram paralisação em Rio Branco

Os servidores também pedem do executivo municipal reposição inflacionária e elevação do piso e do percentual de insalubridade

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Em resposta aos professores que iniciaram uma paralisação em frente à sede da Prefeitura de Rio Branco, nesta terça-feira (20), o prefeito Tião Bocalom decidiu atender uma das reivindicações do grupo.

SAIBA MAIS: Professores de Rio Branco fazem paralisação em frente à Prefeitura pedindo correção salarial

Saiu na edição do Diário Oficial do Acre, nesta quarta-feira (21), a criação da Comissão Especial para reformular o Plano de Cargos e Carreiras (PCCR), objetivando a reestruturação dos pisos das carreiras e das tabelas dos funcionários e professores da Educação Municipal.

“A Comissão Especial poderá ter sua composição inicial ampliada e contará com o auxílio de especialistas de outros órgãos e/ou entidades públicas com atuação em área ou atividade correlata decorrente de sua competência, com a finalidade de subsidiá-lo tecnicamente essa comissão, podendo, quando julgar pertinente, requisitar a participação de servidores que possam igualmente colaborar com os trabalhos desempenhados”, diz um trecho do decreto.

Os servidores também pedem do executivo municipal reposição inflacionária e elevação do piso e do percentual de insalubridade.

Bocalom recebeu os professores e a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) nesta terça-feira e garantiu que as pautas serão levadas à Procuradoria-Geral do Município de Rio Branco para que as providências sejam tomadas.

A paralisação foi suspensa pelos manifestantes, que devem retornar às aulas nos próximos dias.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.