26.2 C
Rio Branco
28 julho 2021 8:54 pm

Prefeitura quer gastar mais de R$ 7 milhões com contratação sem licitação

Câmara requer explicação de dispensa de licitação

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

A Câmara Municipal de Rio Branco, em sessão remota na manhã desta terça-feira (6), aprovou, por unanimidade de seus vereadores, requerimento exigindo que o prefeito Tição Bocalom (PP) explique mais uma despesa, no valor de R$ 7,4 milhões, com dispensa de licitação. O autor do requerimento foi o vereador Fábio Araújo (PDT).

A despesa seria feito pela Secretaria de Meio Ambiente (Semeia). O vereador pediu que a Prefeitura, através da Semeia, apresente cópia do processo de dispensa de licitação Nº 006/2021/SEMEIA, cujo o objeto é a contratação de pessoa jurídica para a prestação de serviços terceirizados de apoio técnico administrativo e operacional para atender o órgão.

“Esta Casa e a população precisam saber o que está acontecendo. Até porque existe inclusive uma denúncia de que os funcionários foram obrigados a pedir demissão para serem recontratados por essa nova empresa e até agora nem uma coisa, nem outra. Estamos atentos a esses processos, cumprindo o papel do vereador de fiscalizar os gastos dos recursos públicos municipais.”, disse justificando a proposição.

A Prefeitura de Rio Branco tem 30 dias para responder ao Requerimento. O prefeito Tião Boclaom continua sem um líder no parlamento municipal e por isso não houve contraditório nos debates em torno do assunto.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.