23.3 C
Rio Branco
18 setembro 2021 7:02 am

Policiais rodoviários cobravam até R$ 200 mil para liberar carga contrabandeada

Áudios obtidos pelo Ministério Público e pela Corregedoria da PM revelam um esquema de cobrança de propinas por parte de policiais militares

POR FANTÁSTICO

Última atualização em 09/08/2021 14:50

Áudios obtidos pelo Ministério Público Estadual e pela Corregedoria da PM revelam um esquema de cobrança de propinas por parte de policiais militares no Paraná para liberação de cargas e desvio de mercadoria apreendida.

A investigação mostrou que o grupo mantinha um esquema muito bem organizado de cobrança de propina, que variava de acordo com o tamanho do veículo e do que era transportado. Quem pagava, era liberado.

Ouça uma das negociações que foram gravadas. Nela, policiais pedem R$ 200 mil a um contrabandista para que uma carga de cigarros seja liberada. Assista à matéria completa clicando AQUI.

Nota da redação:

Nossa reportagem usou, como ilustração, uma foto da Polícia Rodoviária Federal. Esse material diz respeito à Polícia Militar do Paraná, e nada tem a ver com a instituição PRF. Em nome do nosso compromisso com a verdade dos fatos, pedimos desculpas aos leitores.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.