23.3 C
Rio Branco
18 setembro 2021 6:26 am

Servidores federais e funcionários dos Correios protestam na Aleac: “Demissão na certa”

Eles querem entregar carta aos deputados e senadores pedindo para que não votem propostas do Governo Federal

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 18/08/2021 10:28

Funcionários públicos federais e servidores dos Correios acabam de chegar à sede da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para uma reunião com os deputados estaduais. Os servidores e empregados dos Correios, que declararam um dia de greve de advertência nesta quarta-feira (18), querem entregar uma carta aos deputados estaduais na qual pedem a intervenção dos deputados federais e senadores contra as propostas do Governo Federal. Os servidores ameaçam campanha contra os parlamentares que votarem de acordo com os interesses do Governo.

A PEC da Reforma Administrativa, que está em tramitação no Congresso Nacional, está sendo chamada de “PEC da Rachadinha”. “Nós a chamamos assim porque, com o fim dos concursos no serviço público, o servidor deixa de ser empregado do Estado para ser servidor de quem o indício, muitas vezes devolvendo uma parte dos salários para quem o indicou”, disse o professor Sávio Maia, delegado local da Associação dos Docentes do Ensino Superior (Andes).

Já a presidente do Sindicato dos Empregados dos Correios no Acre, Suzy Cristiny, disse que a privatização da empresa estatal representará a demissão de pelo 307 país e mães de famílias que trabalham no Estado. “A estabilidade na proposta é de apenas 18 meses. Depois disso, é demissão na certa”, afirmou Cristiny.

Fotos: Tião Maia/ContilNet

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.