34.3 C
Rio Branco
28 setembro 2021 2:33 pm

Suspeito de roubar idosa se passando por funcionário de banco é preso

Membros da quadrilha entraram na casa da mulher duas vezes no mesmo dia, segundo a polícia

POR G1 RJ

Última atualização em 08/08/2021 17:21

Policiais civis da Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade (DEAPTI) prenderam, neste sábado (7), um suspeito de integrar uma quadrilha que roubou uma idosa, se passando por funcionários de um banco.

Ele foi reconhecido e capturado no Humaitá, Zona Sul do Rio, trajando as mesmas roupas que, segundo a polícia, usava um mês antes, quando o crime foi praticado.

As investigações tiveram início em julho, após a idosa receber uma ligação de uma pessoa se passando por gerente do banco, onde a mesma possui conta.

Segundo a polícia, ela foi informada pelo golpista de que criminosos estariam tentando acessar sua conta corrente e, por isso, seria necessário que ela permitisse que um representante dos agência fosse até a residência dela para pegar o cartão de movimentação bancária.

Pouco depois, uma mulher chegou à casa da vítima, se identificou como funcionária do banco e permaneceu por quarenta minutos no apartamento. Nesse período, ela intimidou a idosa e vasculhou o imóvel, onde encontrou e roubou R$ 43 mil.

Após a saída da mulher, um homem chegou ao apartamento, também dizendo ser do banco, e convenceu a idosa a deixá-lo subir. Ele ficou quinze minutos no local e, com atitude semelhante, subtraiu uma caixa de joias.

Investigadores afirmam que as imagens das câmeras de segurança do prédio, recolhidas pela equipe da Deapti, permitem ver com nitidez essas duas pessoas entrando no prédio e, depois, saindo com os bens roubados.

Após capturado, o homem confessou ter sido ele quem subtraiu a caixa de joias da idosa. A vítima esteve na delegacia e o reconheceu.

Com o homem foram encontrados e apreendidos mais de R$ 2 mil em espécie, dois aparelhos celulares na caixa – comprados com cartão de uma outra pessoa – e um cartão de débito de um idoso cego, de 90 anos. Os trabalhos de investigação continuam para a identificação dos demais integrantes da quadrilha.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.