32.3 C
Rio Branco
20 outubro 2021 4:21 pm

Policial é acusada de abuso de autoridade em via pública; imagens chegam à corregedoria

Armada, a agente de polícia civil Luciana Voguel ameaça motorista em discussão no trânsito

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 21/09/2021 10:15

Imagens de vídeos gravadas no dia 10 de setembro e que só vieram à tona no início desta semana mostram uma agente de polícia civil do Acre sacando e engatilhando uma arma – um revólver, possivelmente – durante uma discussão de transito. A ocorrência foi registrada na rua São Raimundo, no Conjunto Tangará, em Rio Branco.

De posse das imagens, a corregedoria da Polícia Civil abriu procedimento para apurar o comportamento da agente policial. A denúncia foi feita por num motorista cujo nome não foi divulgado.

De acordo com a queixa, a policial saia de um salão de beleza de arma na mão para tirar satisfações com um motorista de caminhão que buzinava insistentemente para chamar a atenção dela e de outros motoristas que deixaram seus veículos estacionados e com isso prejudicavam a passagem de veículos maiores. Neste momento, Luciana sai da casa, onde seria um salão de beleza, e de arma na mão, se dirige ao motorista que buzinava, mostram câmeras de vídeo. No Tangará, como nos demais conjuntos habitacionais da cidade, as ruas são estreitas.

Antes de se aproximar do motorista, a policial aparece engatilhando o revólver e, aos gritos, teria dito que era autoridade; a agente teria determinado que o motorista saísse do volante e descesse do carro, o que ele não obedeceu. Ela chega a dizer que era autoridade e que se o motorista quisesse de fato, que desse marcha ré, fizesse a volta e seguisse por outra rua paralela. Em seguida, outro motorista, ao ver a confusão, passa a filmar o episódio e a policial então, constrangida, passa a tentar esconder a arma.

A assessoria de comunicação da Polícia Civil confirmou que já recebeu a denúncia e investiga o caso. Um boletim de ocorrência também foi registrado. De acordo com o comunicado do órgão, “todo o ocorrido vai ser apurado dentro do prazo legal e será feito o pronunciamento pela corregedoria”.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.