25.3 C
Rio Branco
18 maio 2022 2:45 pm

“Combato esses abusos desde o meu primeiro mandato”, diz Rick sobre passagens aéreas

POR ASCOM

Última atualização em 18/04/2022 15:59

O Deputado Alan Rick abordou o tema durante entrevista à Luciano Tavares, que comanda o Podcast Papo Informal. O parlamentar apresentou requerimentos de audiências públicas já realizadas e documentos enviados às empresas, aos órgãos de controle, aos líderes das casas legislativas, inclusive, com pedido de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar as tarifas que vêm sendo aplicadas ao longo dos anos.

“Desde 2015, tenho cobrado a redução das tarifas que são apresentadas aos acreanos, mas também que não retirem os voos diretos, como recentemente fizeram. A Gol retirou o voo direto Rio Branco-Porto Velho. A LATAM retirou os voos diretos Rio Branco-Brasília. Estamos cobrando das companhias aéreas a redução dos preços e a retomada desses voos.” – relatou.

O parlamentar falou também da frente de trabalho em busca de alternativas. “Recentemente tive uma reunião com um diretor da Total Linhas Aéreas onde levei o governador Gladson Cameli, em Brasília. A Total opera com aviões de médio porte entre Minas Gerais e São Paulo. Solicitei que venham fazer as linhas Rio Branco-Manaus e Rio Branco-Porto Velho. É um absurdo que o acreano para ir à Porto Velho tenha que ir, antes, à São Paulo.” – pontuou o deputado.

Alan Rick explicou que pela política de liberdade tarifária aplicada pela Agência Nacional de Aviação Civil- ANAC, “podemos cobrar um preço mais justo porque no Acre se pratica o menor ICMS sobre o QAV e GAV do Brasil. As empresas precisam olhar para o nosso estado com outros olhos que não o do cifrão”.

O Deputado também solicitou ao coordenador da bancada federal, senador Sérgio Petecão, que convoque representantes das empresas aéreas para uma reunião com todos os deputados e senadores para que juntos possam fazer a pressão política necessária para as empresas reverem as tarifas praticadas para o Acre e a retomada dos voos que foram retirados.

“O governador Gladson já reduziu a 3% o ICMS do combustível de aviação no estado – o menor do Brasil, para garantir que a Gol opere o voo Rio Branco-Cruzeiro do Sul e os voos diretos Rio Branco-Brasilia. Porém, com a saída da LATAM os preços da Gol subiram fora da razoabilidade. As empresas precisam dar alguma contrapartida. O acreano tem direito a voos com preços justos” – concluiu Alan Rick.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.906 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.