18.3 C
Rio Branco
2 julho 2022 2:40 am

Síndrome respiratória grave continua em crescimento no Acre, diz Fiocruz

Os dados apontam também que 19 capitais registraram alta

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 27/05/2022 17:02

Como identificado por especialistas, os casos de síndrome respiratória aguda grave (Srag) continuam em crescimento no Brasil e, especialmente, no Acre.

O dado é da última edição boletim do Infogripe, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta quinta-feira (26). A estimativa é de que o país teve 6.000 casos entre os dias 15 e 21 de maio.

O número indica uma tendência de crescimento tanto em curto prazo, definido em relação a dados das últimas três semanas, como em longo prazo, que considera informações de seis semanas atrás.

Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins apresentaram tendência de aumento em relação às últimas seis semanas, além do Distrito Federal.

Os dados apontam também que 19 capitais registraram alta.

A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) abrange casos de síndrome gripal (SG) que evoluem com comprometimento da função respiratória que, na maioria dos casos, leva à hospitalização, sem outra causa específica.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.100 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.