29.3 C
Rio Branco
26 junho 2022 3:25 pm

Damares destoa de Bolsonaro e diz que Ribeiro, preso, é “honrado”

POR GUILHERME AMADO, METRÓPOLES

Última atualização em 22/06/2022 12:38

A ex-ministra Damares Alves disse nesta quarta-feira (22/6) crer que Milton Ribeiro, ex-ministro da Educação preso mais cedo pela PF, provará sua inocência.

À coluna, Damares disse que está “surpresa e triste” e que Ribeiro “sempre se mostrou uma pessoa íntegra”. Mesmo afirmando que aguardará as investigações, atacou o pastor Arilton Moura, outro alvo das investigações.

“Ele [Milton Ribeiro] sempre se mostrou uma pessoa íntegra e correta, já não posso falar o mesmo do tal pastor lobista Arilton, que na minha opinião não tem nada de pastor”, disse Damares, que é pré-candidata ao Senado pelo Republicanos, partido ligado à Igreja Universal.

Ao contrário de Jair Bolsonaro, Damares não mudou de postura sobre o ex-ministro da Educação. Desde que os escândalos vieram à tona, ela defende Ribeiro.

“Milton é uma pessoa amada e honrada. Se algum assessor aprontou, tem que ser punido o assessor e não este grande ser humano que é o meu pastor Milton”, disse à coluna em março.

Após a prisão, Bolsonaro, que antes disse que colocaria sua “cara no fogo” por Ribeiro, afirmou nesta quarta-feira (22/6) que a Polícia Federal teria um motivo para prender seu ex-ministro. O presidente disse também que o Ribeiro foi afastado “no momento certo” e que agora deve “responder por seus atos”.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.