19 de junho de 2024

Inspirado no Enem, Ministério da Gestão prevê unificação de concursos

A ideia da unificação dos concursos deve ser apresentada ainda nesta sexta-feira (25/8) pela ministra de Gestão, Esther Dweck

Candidatos em prova de concursos - Metrópoles

JP Rodrigues / Metrópoles

Inspirado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGISP) cogita a possiblidade de criar uma prova que unifique os concursos públicos no Brasil. A ideia deve ser apresentada ainda nesta sexta-feira (25/8) pela chefe da pasta, Esther Dweck.

A prova apresentaria questões de conhecimentos gerais e específicas nas áreas escolhidas pelo candidato, além de ter um custo acessível, assim como o Enem. Levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) previu que o exame chegue a até 180 cidades, a maioria de regiões como o Nordeste, Norte e Sudeste.

A ideia do modelo de unificação dos concursos públicos será levada a outros ministérios para sugestões e críticas. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e a Advocacia-Geral da União (AGU) também foram consultados sobre a viabilidade do projeto.

“A gente tem feito conversas, vários [órgãos que realizam concursos] se interessaram, mas ainda não está tudo pensado. O modelo ainda não está fechado, mas já temos muitos pontos pensados para apresentar”, afirmou Dweck à colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Concursos pelo Brasil

O Brasil tem mais de 51 mil vagas previstas, para todos os níveis de escolaridade, em ao menos 168 concursos com editais abertos. O maior salário, de R$ 32.228,68, é para a Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG).

Neste mês, ainda devem sair as publicações de diversos editais de concurso. Na lista, estão oportunidades para a Câmara dos Deputados e o Ministério de Minas e Energia (MME).

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost