20 de junho de 2024

Acidente aéreo: famílias de vítimas vão identificar os corpos por DNA, diz IML

Avião tinha destino a cidade do Envira, no Amazonas

O terrível acidente aéreo no Acre que ganhou repercussão nacional neste domingo (29) tem uma dolorosa etapa pela frente: a identificação das vítimas. 

Em entrevista ao jornalista Everton Damasceno, do ContilNet, o diretor da Perícia Técnica, Mário Sandro Martins, do Instituto Médico Legal (IML) explicou a complexidade da situação e as medidas que estão sendo adotadas para identificar os corpos das vítimas. 

“Quando fomos acionados, a perícia se mobilizou rapidamente e convocou uma equipe composta por 20 profissionais para lidar com uma situação extremamente delicada. Ao chegar ao local do acidente, o Corpo de Bombeiros já estava lá, combatendo as chamas em uma ação conjunta. A situação é muito difícil, uma vez que o avião explodiu, deixando os corpos carbonizados, o que tornou a remoção uma tarefa difícil”, explicou Mário Sandro Martins.

Foto ContilNet

No bate-papo, o diretor informou que todos os corpos das vítimas foram retirados do local do acidente e encaminhados ao Instituto Médico Legal. Segundo ele, a partir desse momento, inicia-se um processo de análise e avaliação minuciosa dos corpos. A tarefa seguinte será a identificação das vítimas, que será realizada por meio de um confronto genético.

“Agora, os corpos vão ao IML, onde será feita uma análise e avaliação minuciosa. Posteriormente, faremos o modelo de identificação, que será realizado por meio de testes genéticos. Devido a situação dos corpos iremos utilizar os ossos porque ali o material genético é mais resistente”, destacou. 

 

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost