17 de junho de 2024

Governo Federal reconhece situação de emergência no Acre devido à seca extrema

A portaria foi publicada na última segunda-feira (16), no Diário Oficial da União

O governo do Acre decretou situação de emergência em decorrência da seca severa que os 22 municípios do estado enfrentam. Na última segunda-feira (16), o Governo Federal, por meio do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional e Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, reconheceu a situação de emergência. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Foto: Juan Diaz/ContilNet

O decreto do governo do Acre foi publicado em 6 de outubro, em decorrência do cenário de extrema seca vivenciado e da iminente possibilidade de desastre decorrente da incidência de desabastecimento do sistema de água do Acre. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) e o governo considerou o regime de chuvas no Acre, no primeiro semestre, que foi abaixo da média, a possibilidade que municípios e aldeias indígenas tem de ficar isoladas devido à falta de navegabilidade dos rios, entre outros fatores.

O registro acima mostra a estiagem do Rio Acre na cidade de Rio Branco (AC)/Foto: Juan Diaz

No final de setembro, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, decretou situação de emergência. O decreto considerou os baixos índices pluviométricos, que indicam uma estiagem crítica e prolongada na capital, causando a diminuição dos rios e baixa umidade do ar.

Além disso, o decreto considerou também que a escassez de chuvas durante este período, iniciado no primeiro semestre do ano, está previsto para se estender pelo menos por mais 2 meses, o que pode aumentar o risco de desabastecimento de água potável.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost