20 de fevereiro de 2024

Acreano que já foi magistrado e promotor em outros estados volta ao Acre e toma posse como juiz

De acordo com ele, voltar ao Acre e servir a população sempre foram seus objetivos principais.

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) empossou nesta quinta-feira (16) mais 10 novos juízas e juízes substitutos para atuarem em todo o Estado. Estes foram aprovados no 20° concurso da Magistratura do Acre.

SAIBA MAIS: TJAC empossa mais dez novos juízes de direito; veja lista

Entre os novos magistrados está o acreano José Leite, natural de Rio Branco, que já atuou como juiz no Pará, foi promotor no Amapá e agora retorna para seu estado de origem após ser aprovado no certame.

De acordo com ele, voltar ao Acre e servir a população sempre foram seus objetivos principais.

José Leite é natural de Rio Branco/Foto: Reprodução

“O Acre não é estepe, é meu objetivo. Passei em outro concurso no Alagoas, mas fico aqui. Estou em casa, cheguei em casa”, disse ele durante a posse no TJAC.

“A magistratura é sustentáculo essencial da democracia. Vamos dedicar tudo que temos em prol desse Tribunal, dessa população. A verdadeira grandeza do magistrado está na busca de prestar serviço exemplar as pessoas. O Poder Judiciário é a última porta dos angustiados que acreditam na justiça. O juiz precisa ter sensibilidade ao julgar. É importante que tenhamos uma mente que não julgamos um nome, mas pessoas, vidas. Nossas decisões têm consequências na sociedade. Não há glamour na magistratura, há muito trabalho e responsabilidade. Vamos trabalhar muito, dar tudo que temos ao povo acreano. Temos a oportunidade de honrar nosso povo, vamos honrar essa toga, essa história”, continuou.

Os novos juízes tomaram posse nesta quinta-feira/Foto: Ascom

As novas e novos juízes substitutos agora passarão por uma formação na Escola do Poder Judiciário do Acre (Esjud) de mais de 400 horas e depois serão designados para atuar conforme a necessidade do Judiciário. Eles ficam substitutos até que surgem vagas de titularidade nas unidades e possam concorrer a promoção ou remoção, conforme critérios legais.

PUBLICIDADE