21 de fevereiro de 2024

Após audiência, vereador processado por Marcus Alexandre vai às ruas e faz live: “Quer me calar”

A live faz parte do quadro semanal 'Tribuna na Rua', realizado pelo vereador no Centro de Rio Branco

O vereador de Rio Branco e líder de Bocalom na Câmara, João Marcos Luz (PL) foi às ruas e fez uma live durante a “Tribuna na rua”, realizada toda segunda-feira no Centro da capital, e falou sobre a audiência que participou junto com o ex-prefeito Marcus Alexandre, na manhã desta segunda-feira (13).

A audiência aconteceu pois Marcus exige uma reparação pública por uma série de ataques feitos por João Marcos. Um dos episódios que causou o processo foi uma fala do vereador, em abril deste ano, criticando o fato do MDB, seu antigo partido, de buscar a filiação de Marcus, que havia deixado o PT após anos no partido. Na época, João teria dito que o ex-prefeito era ‘campeão das  páginas policiais’.

VEJA TAMBÉM: Marcus Alexandre processa vereador após ser chamado de ‘campeão das páginas policiais’: “Vou até o fim”

Na live, o vereador falou sobre a audiência judicial, que aconteceu nesta segunda. “Em um dos trechos que foi dito pelo senhor Marcus Alexandre é que eu disse que ele é o campeão das páginas policiais. Esse é o principal trecho que ele reclama na justiça. Eu quero dizer que eu não tenho culpa nenhuma do senhor Marcus Alexandre estar nas páginas policiais do Estado do Acre. Eu não tenho culpa. Em nenhum momento eu o condenei. Isso não é condenação, eu apenas relatei um fato. O fato é que o senhor Marcus Alexandre está nas páginas policiais do Acre”, disse.

Além disso, o vereador também falou sobre o dia que ele teria dito isso. “No dia que eu estava na tribuna e usei o espaço que a população de Rio Branco me deu, para fazer um alerta, naquele período, aos militantes e filiados do nosso MDB, até então eu fazia parte do MDB. Eu estava alertando que estava tendo conversas nos batidores para que o senhor Marcus Alexandre se filiasse ao MDB”, explicou.

João Marcos Luz na Tribuna na Rua, nesta segunda-feira. Foto: Reprodução

“Eu não fiz nenhuma acusação, apenas relatei um fato que existe. O senhor Marcus Alexandre agora me processa porque ele não tem argumento político. Ele está querendo levar um tema, que é a política, para o campo jurídico, porque ele não tem argumento para debater. Ele quer se esconder, ele quer me calar, mas não vai conseguir. Eu faço um desafio para o senhor Marcus Alexandre: deixa a justiça em paz, tem tanta coisa para a justiça fazer, vamos para o debate político”, completou.

Segundo João Marcos, a audiência terminou sem acordo. “Da minha parte, não tem acordo. Não tenho acordo com coisa errada. Não condeno ninguém, quero deixar claro. Não é meu dever condenar ninguém, mas é meu dever alertar o cidadão de Rio Branco”, disse. “Vamos continuar defendo o cidadão de Rio Branco”, finalizou.

Veja a live:

PUBLICIDADE