28 de maio de 2024

Cuscuz ajuda a emagrecer? Nutricionista explica como usar alimento

O cuscuz é muito presente na culinária brasileira, e pode ser inserido na dieta para perda de peso, porém, cuidado com os acompanhamentos

O cuscuz é um prato de origem na região Norte da África que ganhou popularidade no Brasil e está presente na culinária brasileira desde o período colonial. O alimento é feito com uma mistura de farinha de milho e acompanhado por ovo, carne seca, tomate, azeitona, coco, banana e manteiga, por exemplo.

Imagem mostra prato com cuscuz amarelo desenformado, e uma xícara - Metrópoles

Reprodução: Metrópoles

Muito popular, o cuscuz é faz parte da dieta de muitas pessoas, principalmente no Nordesde do país. Apesar de parecer muito calórico, prestando atenção aos acompanhamentos, é possível incluí-lo em regimes para emagrecer.

Cuscuz é aceito na dieta para emagrecer

“O cuscuz pode fazer parte de uma dieta para emagrecer, porém com quantidade controlada. Por ser feito de milho, não contém glúten, sendo assim uma boa alternativa para substituir pães e bolos. Por outro lado, o milho contém alta quantidade de carboidrato e alto índice glicêmico, ou seja, é de rápida digestão. Deve ser usado na alimentação estrategicamente como fonte de energia”, ensina a nutricionista do Instituto Nutrindo Ideais, Leticia Carbinatti.

Leticia pontua que o cuscuz não trará à alimentação o aporte de vitaminas, minerais e proteínas. Por isso, o ideal é que ele seja acompanhado de uma fonte proteica, como ovos, peixes, frango, carne, hommus e tofu.

Ela aponta que é essencial prestar atenção na forma como o cuscuz é pesado ou medido. “Em 50 g de cuscuz desidratado, há 38 g de carboidrato, 4 g de proteína, 2 g de fibra, 0,5 g de gordura e 170 kcal. Já hidratado, o seu peso sobe para 150 g, porque adiciona água, o que diminui a quantidade de carboidrato por porção. É preciso conferir exatamente ao que a tabela nutricional se refere”, orienta a nutricionista.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost