Rio Branco, Acre,


Após conseguir vaga para Moisés Diniz, PCdoB diz que decisão não é ‘eleitoreira’

Moisés assumirá vaga deixada por Sibá Machado; articulação partiu de Tião Viana

Moisés assumirá vaga deixada por Sibá Machado; articulação partiu de Tião Viana
Moisés assumirá vaga deixada por Sibá Machado; articulação partiu de Tião Viana

A direção do PCdoB no Acre divulgou nota de esclarecimento sobre a reforma administrativa no governo de Tião Viana (PT), que dará ao comunista Moisés Diniz uma vaga como deputado federal na Câmara dos Desputados no lugar de Sibá Machado, que assumirá a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens).

A nota diz que o PCdoB sempre foi leal ao governo do PT e que a decisão de Tião Viana não deve “se confundir com questões partidárias nem eleitorais”.

PUBLICIDADE

Veja a nota:

“O Partido Comunista do Brasil trata a questão das eleições municipais com a responsabilidade que o momento exige. Nossa atitude é contribuir para novas vitórias da Frente Popular nos municípios acreanos. Este é o caminho para fortalecer o projeto de desenvolvimento sustentável e avançar com as conquistas sociais obtidas a partir do governos da Frente Popular no Estado, em Rio Branco e em outros municípios.

O governador Tião Viana realiza um grande trabalho e conta com o apoio, a colaboração e a lealdade do PCdoB. Mudanças e ajustes na administração são prerrogativas exclusivas do governador e não devem se confundir com questões partidárias nem eleitorais.

Sobre a possibilidade de o PCdoB assumir uma cadeira na Câmara Federal, ela é legítima e resulta de votação da coligação proporcional da Frente Popular.

Publicamente, o PCdoB reconhece a qualidade do mandato do deputado Sibá Machado, exercido com seriedade, ética e compromisso popular.

Firmemente, repudiamos a associação do PCdoB a notícias plantadas sobre este assunto.”

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up