Governo de Gladson Cameli terá 12 secretarias e primeira-dama ficará na Ação Social sem remuneração


O anúncio do secretariado de Gladson Cameli está marcado para a próxima sexta-feira (23)

ASTÉRIO MOREIRA, DE CONTILNET

ContilNet teve acesso agora a noite à relação de quase todos os secretários a serem nomeados pelo governador eleito Gladson Cameli (PP), que deverá anunciá-los formalmente na próxima sexta-feira (23). Além dos já conhecidos pelo público como José Ribamar (Gabinete Civil), João Pires (Segurança), Semírames Dias (Fazenda) e o professor Mauro Sérgio (Educação).

A futura primeira-dama, Ana Paula, ficará à frente da Secretaria de Ação Social

Foram confirmados agora a noite que a futura primeira-dama do Estado, advogada Ana Paula Correia Cameli, ficará com a área de Ação Social, sem remuneração. A Secretaria de Comunicação, que terá à frente a jornalista Silvânia Pinheiro, estará ligada diretamente ao Gabinete Civil do governador. Foi confirmado o odontólogo Alisson Bestene (PP) na Secretaria de Saúde. Na Administração, representando o MDB, a engenheira civil Maria Alice.

A deputada Eliane Sinhasique, também do MDB, ocupará a pasta dos Pequenos Negócios e Turismo. No Meio Ambiente e Produção Familiar, ficará com Israel Milani, do Solidariedade. Ele é filho da deputada federal eleita, a procuradora Vanda Milani.

Solino Matos, ligado ao senador Petecão, ficará na Agricultura e Pecuária. No Planejamento, ficará Rafhael Bastos Junior, indicado pelo deputado federal Alan Rick, do DEM. Para Infraestrutura e Urbanismo será nomeado Thiago Caetano. Na Polícia Militar, poderá ser indicado pelo vice-governador eleito, Major Rocha, o agente Mário César. A Indicação do secretário de Segurança, João Pires, também é de Rocha.

comentários

Outras Notícias

Veja Também