Foto capa

Pimenta no Reino

Onde estava o deputado Jenilson enquanto o PT nos depenava com ICMS de 25% sobre a luz?


Parlamentar do PCdoB, que acha ‘um absurdo’ aumento de 21% sobre a energia elétrica, nunca reclamou da 2ª maior tungada do país em forma de imposto

Foto capa ARCHIBALDO ANTUNES, DO CONTILNET

Cérebro vermelho

Cabeça de comunista é um troço engraçado. Ali dentro, tudo pode o estado, enquanto estiver o poder nas mãos dos companheiros e camaradas – claro! Mas a iniciativa privada é sempre um mal a se combater, sobretudo quando se trata do mercado a regular os preços das coisas.

Tamancas

Digo isso a propósito da nova bandeira de luta do deputado estadual reeleito Jenilson Leite (PCdoB) contra a Energisa, empresa que arrematou em leilão a antiga Eletrobras Distribuidora Acre. O anúncio de aumento de 21% sobre a conta de luz fez o parlamentar subir nas tamancas – a ponto de convocar uma manifestação pública contra o reajuste.

Fala sério!

Ocorre que Jenilson não é tolo, apesar de por vezes se apresentar como sonso. Aliado dos governos do PT, ele nunca mencionou a tunga dos companheiros no bolso do trabalhador acreano, em forma de 25% de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre a fatura de energia elétrica.

Segundo do ranking

O mesmo percentual – que vem a ser o segundo mais alto do país, perdendo apenas para Minas Gerais – também é cobrado dos serviços de telefonia fixa e móvel, internet, gás de cozinha, combustíveis e TV por assinatura. Enquanto isso, a média nacional é de 17%.

Explicação necessária

O deputado estadual do PCdoB e agora vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre nunca se deu ao trabalho de explicar aos seus conterrâneos de Tarauacá por que por aquelas bandas se paga a gasolina mais cara do Brasil. E se o fizesse, claro, haveria de se chamuscar por apoiar os governos da Frente Popular, que desde Jorge Viana nos depenam com ICMS tão escorchante.

O que é isso, camarada?  

E na impossibilidade de cobrar do governador Gladson Cameli (Progressistas) que faça, em tempos de vacas magras, o que os aliados não fizeram nos 20 anos de pasto farto, Jenilson Leite agora mira contra a Energisa.

Questão de ordem

Não que eu seja a favor do reajuste da tarifa de energia elétrica. Mas também não posso comungar com mais uma bravata dessa gente que ajudou a afundar o país.

Reforma da Previdência

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta quarta-feira (6), que os parlamentares federais poderão votar a Reforma da Previdência já no mês de maio deste ano.

Até julho

Segundo ele, porém, é preciso ter maioria de votos. E em isto acontecendo, Maia acredita que até julho o Senado também deverá ter dado o seu parecer sobre a matéria.

Poupança

De acordo com cálculos da equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro (PSL), a proposta, uma vez aprovada, pode gerar uma economia de 1 trilhão de reais em dez anos.

Divergências

Especialistas divergem sobre o assunto. Uns dizem que a reforma previdenciária daria ainda maior musculatura ao setor privado, em especial aos bancos e seguradoras, ao passo que outros a defendem como essencial à retomada do crescimento.

Entrevista

No Senado, o emedebista Marcio Bittar é um dos mais ferrenhos defensores das reformas da Previdência, fiscal e tributária. “Elas são urgentes para o país, que gasta por ano 100 bilhões de dólares com o pagamento da dívida pública, que é fruto da irresponsabilidade fiscal dos governos desde o Regime Militar”, disse o senador na última terça (5) à TV Senado.

Grande governo

Bittar afirmou ainda que o presidente Bolsonaro tem ‘condições de fazer um grande governo’.

Blábláblá

Essa lengalenga sobre a pensão vitalícia dos ex-governadores do Acre é comparável a um enorme elefante numa loja de louças. Quanto mais se demorar para removê-lo do ambiente, maior será o estrago.

Questão definida

Entendo que o governador Gladson Cameli se cerque de cuidados antes de dar a canetada tão ansiada por seus eleitores. Mas a questão é que a aposentadoria já foi interpretada como inconstitucional pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) – onde uma briga jurídica inevitavelmente teria de terminar. E lá a questão já foi decidida.

Fim da picada

O que acho engraçado é a defesa que fazem os companheiros e camaradas de tamanha excrescência – de modo tão cretino, uns, ou de forma tão envergonhada, outros.

Vejamos, pois!

Basta uma canetada e pronto. Que chiem os irmãos Viana e tratem de recorrer à Justiça. Vamos ver quantos desembargadores têm coragem de avalizar uma sem-vergonhice como essa…

Blocos

O PDT formou ontem (6) um bloco com o PSL e o PV na Assembleia Legislativa do Acre, num total de sete deputados estaduais que passam a formar a base de apoio do governo na Casa.

Minoria

O MDB segue sozinho, com três deputados – sendo que Meire Serafim deverá se aliar à bancada de oposição. Esta, com a junção do PCdoB, PT e PSB, ficará com seis deputados – uma minoria pífia, como era de se esperar.

Na torcida

Em breve haveremos de ver, quem sabe, os companheiros de volta aos semáforos, de camiseta e chinelas de couro, a nos tentar vender, como outrora, espelhos e miçangas.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários

Outras Notícias