Rio Branco, Acre,


PF suspeito de matar a filha de 2 meses no AC é solto poucas horas após prisão em Maceió

Mandado de prisão foi cumprido na tarde de quinta-feira enquanto ele fazia exames em hospital da capital alagoana

O policial federal suspeito de participar da morte da filha, preso em um hospital de Maceió, foi solto no final da noite desta quinta-feira (10). A informação foi confirmada pela PF ao G1 na manhã desta sexta (11).

Na tarde de quinta, policiais federais de Alagoas cumpriram o mandado de prisão contra Dheymersonn Cavalcante, enquanto ele fazia exames em um hospital na Gruta de Lourdes.

A família divulgou um vídeo do momento da prisão de Cavalcante. Ele estava com a bata do hospital e soro no momento da prisão.

A Polícia Federal em Alagoas informou que cumpriu um mandado de prisão contra o policial federal e ele se encontrava custodiado na sede da PF em Alagoas à disposição da Justiça do Acre.

A prisão dele foi decretada pela Justiça do Acre em 11 de julho. A mãe da bebê denunciou que a criança passou mal e morreu depois do policial e a mãe dele terem dado duas mamadeiras de leite à criança. A quantidade de leite dada a criança é 11 vezes maior a que ela poderia ter tomado.

Segundo a defesa do policial, já havia sido impetrado um pedido de Habeas Corpus junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) em Brasília, que foi liberado na noite de quinta e cumprido em Maceió. O policial foi solto por volta das 21h.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias